terça-feira, 23/julho/2024
PUBLICIDADE

Delegado confirma morte de homem sequestrado por grupo em Sorriso; três presos

PUBLICIDADE
Só Notícias/Ana Dhein com Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/Lucas Torres/arquivo)

O delegado Bruno França confirmou, hoje, a prisão de três envolvidos no sequestro de um homem, na terça-feira, no bairro São José e que polícia tem convicção de que dois crimes foram cometidos pelo mesmo núcleo de criminosos. “A segunda investigação se deu num desenrolar da primeira (sequestro de uma jovem no último dia 8), que nós cumprimos o mandado de prisão de quatro criminosos pela morte da jovem, naquela mata no Amazônia. Hoje a polícia teve informação a respeito de outro envolvido, nós passamos a informação aos colegas da Polícia Militar, que estavam em melhores condições na hora de realizar essa abordagem e acabaram prendendo mais um suspeito da morte da menina com diversas armas, munições, explosivos, típico de organização criminosa. Enquanto isso, a Polícia Civil continuava a procurar o jovem desaparecido, nós não tínhamos a convicção material de que ele tinha sido morto até o momento.”

O delegado acrescentou que “conseguimos identificar os demais envolvidos, descobrimos seus esconderijos e efetuamos a prisão. Infelizmente, agora, depois de todos presos, a polícia já tem convicção de que o rapaz foi executado imediatamente após o seu sequestro. O trabalho da polícia continua, nós vamos submeter a acareação, os envolvidos, para que a gente possa localizar o corpo e entregar para a família”. “São 14 prisões a contar desde a operação contra o crime da jovem. Até o momento, temos três prisões em flagrante delito porque foi encontrado armamento, droga, explosivo, e agora também vamos atribuir responsabilidade pelo homicídio ocorrido da jovem, e por esse que, infelizmente, agora que se mostrou, vou comunicar ao juízo da alteração de competência porque não se trata somente de um sequestro, agora nós temos um homicídio a ser investigado e vamos batalhar para produzir a maior quantidade de provas possível para que nenhuma dessas pessoas saia novamente da cadeia”, detalhou o delegado.

Bruno França explicou que a Polícia Civil “desde o começo seguia a mesma rota (investigação), eles falaram claramente que o menino foi morto porque era primo do outro rapaz, que esse sim é um inimigo mortal deles, é um rapaz que eles estão tentando matar há muito tempo e que está escondido”. “É uma guerra de organizações criminosas que, durante muito tempo, só envolvia gente vinculada ao crime, infelizmente esse mês é o segundo inocente que é vítima dessa guerra. A resposta da Polícia Civil foi proporcional à covardia dos criminosos, pelo menos eu penso dessa forma e nós vamos trabalhar para que isso não aconteça mais na cidade de Sorriso no que depender da Polícia Civil e da Polícia Militar eu quero agradecer aqui os colegas da Polícia Militar que estão sempre à disposição da Polícia Civil sempre nos ajudam, no que depender da gente, esse pessoal não vai ter paz tão cedo”, concluiu o delegado.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PM prende homem acusado de importunação sexual em Sinop

A Polícia Militar prendeu, ontem à noite, Jardim das...

Polícia localiza foragido por roubo qualificado no Nortão e apreende drogas

A ação conjunta entre equipes da Polícia Civil e...

Homem é preso com tablete de cocaína e R$ 22 mil em espécie no Mato Grosso

Equipes da Força Tática de Cuiabá apreenderam, ontem, um...
PUBLICIDADE