segunda-feira, 20/maio/2024
PUBLICIDADE

Cuiabá: liberada investigadora acusada de envolvimento com tráfico

PUBLICIDADE

A investigadora G.C.M.A., presa em 27 de junho, acusada de participar de um esquema de extorsão de traficantes, em Várzea Grande, conseguiu liberdade, ontem à noite, em Cuiabá. Ela e o marido, o delegado João Bosco de Barros, foram presos na operação "Abadom", desencadeada pela Polícia Civil, e acusados de associação ao tráfico e corrupção passiva.

O delegado foi solto no dia 2 deste mês, após pedido de revogação feito pelo advogado do casal, Paulo Taques, que afirmou também que ambos devem se manter afastados das funções para não atrapalhar as investigações.

Em depoimento aos membros da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e à Corregedoria da Polícia Judiciária Civil, Bosco negou o envolvimento nos crimes.

De acordo com as investigações, o casal era responsável pela cobrança de dinheiro para proteger traficantes e impedir a prisão de chefes do tráfico de drogas em Mato Grosso. Durante a ação, 7 pessoas foram detidas.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Polícia recupera moto furtada em empresa e prende suspeito em Alta Floresta

A vítima, de 51 anos, declarou à Polícia Militar,...

DHPP prende acusado de matar jovem a tiros em Sinop

Investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa...
PUBLICIDADE