Polícia

Crime organizado pode estar usando telefones do Estado nos presídios

O crime organizado pode estar usando os telefones do próprio Governo para suas articulações, em conversas na calada da noite, geralmente após às 18 e antes das 7 horas da manhã. Pelos menos 1.081 ligações foram feitas entre os meses de junho e julho deste ano de dentro da Penitenciária de Pascoal Ramos e da Cadeia Pública de Cuiabá (Cadeião do Carumbé). Os telefonemas foram descobertos através de um relatório elaborado pela própria Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

E fica cara para o contribuinte. Presos ou funcionários das instituições penas, de acordo com o documento, acessado com exclusividade por 24 Horas News, vêm usando os telefones da diretoria e da administração para fazer ligações fora do horário de expediente. O secretário-adjunto de Justiça, Sebastião Ribeiro Filho, admitiu as irregularidades.

Ribeiro, no entanto, adiantou que por enquanto ainda não pode confirmar com 100% de segurança se as ligações eram feitas, apenas por integrantes do crime organizado, que comandam assaltos, seqüestros e o tráfico de drogas de dentro para fora das casas de reclusão e detenção. Sabe-se apenas que os telefones vêm sendo usado de forma irregular, fora do regulamento ético do serviço público.

Do total de ligações feitas nos dois meses, 1.081 foram geradas após às 18 e antes das 7 horas da manhã. Algumas delas, inclusive após à meia-noite. Somente entre às 18 e às 19 horas de cada dia, foram 379 ligações. Os telefonemas feitos à partir das 19 horas até às 20 horas somam 211. Entre às 20 e às 21 horas foram feitas 176 ligações. Entre as 21 e às 22 horas foram 141. Entre às 22 e às 23 horas foram feitas 96 ligações telefônicas, e entre 23 horas à meia-noite foram feitas 35 ligações.

Também foram feitas duas ligações entre às 2 e às 3 horas da madrugada. Uma ligação entre às 3 e às 4 horas. Duas ligações entre às 5 e às 6 horas, e 31 ligações aparecem no relatório da Sejusp entre às 6 e às 7 horas de cada manhã nos meses de junho e julho.