Polícia

Continuam buscas por 10 integrantes de quadrilha que agia em Sinop

Quatro pessoas já estão presas em Sinop acusadas de integrar uma quadrilha que praticava assaltos em rodovias na região. Ontem, foi preso Osmar de Souza Reis Júnior. Na casa dele, onde também funcionava uma revenda de gás, foram recuperadas mercadorias que tinham sido roubadas de um representante comercial de Pontes e Lacerda, no último dia 25. Ele foi rendido próximo à ponte da MT-220. Os assaltantes o amarraram e o levaram até Lucas do Rio Verde, onde “depenaram” seu Fiat Uno e levaram a carga, avaliada em cerca de R$30 mil. Com o acusado, segundo a delegada regional Maria de Fátima Moggi, também foram localizados dois carros e uma moto.

Até agora já foram apreendidos pelo menos nove veículos, sendo quatro caminhonetes, e duas motos, além das mercadorias. “Os veículos eram utilizados nos assaltos. Todos tem documento e a maioria era de propriedade de Djalma Paula Silva. “Ainda temos que fazer perícia para constatar se algum deles possui irregularidade, já que podem estar com as placas trocadas”, explicou a delegada.

Djalma, dono de uma boate em Sinop, continua foragido. Além dele, pelo menos outras 10 pessoas foram identificadas e estão foragidas. “Alguns deles trabalham com atividades legais, mas a maioria está com seguro desemprego”, acrescentou Moggi. A polícia acredita que a quadrilha atuava há algum tempo na região.

Segundo a delegada, também estão investigando ligações do grupo em assaltos em Lucas do Rio Verde, Juara, Brasnorte, entre outros municípios. Vítimas de assaltos podem procurar a polícia para identificar os integrantes e os produtos apreendidos. Peças de uma moto também foram apreendidas e esta pode ter sido roubada em um assalto na MT-220, que está sendo investigado.