quinta-feira, 13/junho/2024
PUBLICIDADE

Cocaína é droga que mais entra em MT via fronteira com a Bolívia

PUBLICIDADE

O tenente coronel Antônio Mário Ibanez, da Polícia Militar, confirmou que a droga que mais entra no Estado, pela fronteira com a Bolívia, é a pasta de cocaína e a cocaína em pó. “Entretanto, já encontramos esta droga na forma líquida, diluída no wisky. Esta droga vem embalada em forma de tabletes ou em cápsulas, que na grande maioria das vezes são ingeridas pelos chamados “mulas humanas”, explicou, ao fazer um balanço das apreensões feitas nos últimos 4 anos. Foi mais de uma tonelada de entorpecente apreendida. De 2007 a 2010, o grupamento apreendeu 51 armas e 48.441 munições. O Gefron também apreendeu nesse período uma grande quantia de dinheiro, que estavam sendo transportados sem declaração da Receita Federal. Em três anos, mais de R$ 607 mil foram apreendidos pelo grupo. Os policiais apreenderam ainda mais 778 mil dólares, 11mil em moeda guarani e mais de 4 mil pesos boliviano.

O comandante do Gefron alerta ao cidadão que pretende viajar para o exterior, que verifique antes na Receita Federal o que deve fazer com relação a bagagem e valores que pretende levar. “O viajante poderá levar consigo um valor de até R$10 mil, desde que declare junto a Receita Federal através da Declaração Eletrônica de Porte de Valores pela internet ou na própria sede da Receita, onde deverá comprovar a origem dos valores, para evitar transtornos”, disse.

O tráfico de drogas também é sustentado pelo comércio de veículos roubados. Eles são levados para o país vizinho com o objetivo de serem trocados por entorpecentes, servindo como moeda de troca. Em quatro anos, o Gefron recuperou 215 veículos roubados entre caminhonetes, carros de passeio e motos sendo este último o mais encontrado pelos policiais. De 2007 a 2010 foram recuperadas 65 motos. Em seguida estão os carros de passeio (61) e os caminhões atingindo a marca de 18.

Para conseguir combater o tráfico de drogas e fiscalizar toda a fronteira do Brasil com a Bolívia o Gefron conta com uma infraestrutura especial criada para facilitar e proporcionar um trabalho de qualidade fazendo com que o grupo alcance os resultados. Em apenas quatro anos, o Governo Estadual em parceria com o Governo Federal investiram mais de R$ 1 milhão no Gefron, além do mais recente investimento entregue pelo Governo do Estado ao grupamento: um helicóptero que vai auxiliar no patrulhamento na região de fronteira.

Atualmente, o Gefron conta com quatro postos fixos avançados conhecidos como: Posto do Limão, Posto do Avião Caído, Posto de Vila Cardozo e Posto do Matão. Os postos Vila Cardoso, Avião Caído e Matão foram reformados, um investimento de R$ 132 mil. O grupo conta ainda com os postos em parceria com o Indea, sendo eles, Corixa, de Corixinha, de Las petas, da Ponta do Aterro, do Marfil e Posto de Fortuna.

 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Preso em Goiás mandante do homicídio de ex-secretário de Mato Grosso

Uma ação conjunta das Polícias Civis de Mato Grosso...

Homem cai em golpe ao tentar comprar equipamento na internet em Sinop

O homem, de 51 anos, relatou aos investigadores de...

Preso em Mato Grosso suspeito de estuprar duas crianças de 10 e 11 anos

Policiais da Delegacia de Defesa da Mulher, Criança e...

Empresário morre após receber descarga elétrica no Nortão

Um homem morreu, esta manhã, enquanto prestava serviços de...
PUBLICIDADE