Polícia

Cabo da Força Aérea é preso acusado de tráfico de drogas no Nortão

O militar da Aeronáutica foi preso pela Polícia Civil em Guarantã do Norte (233 quilômetros de Sinop), em uma residência no bairro Aeroporto, ontem. Um policial informou, ao Só Notícias, que está sendo investigado a possibilidade do acusado estar transportando droga de Brasília no avião da Força Aérea Brasileira (FAB). As investigações serão concluídas nos próximos 25 dias.

De acordo com o delegado Waner dos Santos Neves, inicialmente ele será indiciado por tráfico, associação ao tráfico e corrupção de menores. “Foi preso por mandado de prisão preventiva e é investigado por ser distribuidor de drogas em Guarantã. Ele é apontado como líder do tráfico de drogas na região do bairro Aeroporto. Semana passada encontramos a droga na casa dele, porém estava em Brasília. Por isso, representei pela prisão preventiva”.

O cabo atua na Base Aérea do Cachimbo, no Pará. Ele também já foi preso por agredir uma mulher, em Novo Progresso, mas conseguiu habeas corpus e estava respondendo em liberdade.

Conforme Só Notícias já informou, na semana passada, um ex-soldado, de 23 anos, da Força Aérea Brasileira também foi preso por policiais civis e do Grupo Armado de Resposta Rápida (GARRA) acusado de agredir um homem com golpes de madeira na cabeça, em Guarantã do Norte. O crime ocorreu nas a proximidades do estádio municipal, no último dia 7 deste mês.

A assessoria da FAB informou, ao Só Notícias, que um processo administrativo será aberto e, após a conclusão da apuração o militar poderá ser punido com o licenciamento do serviço ativo, o que significaria sua exclusão da Força Aérea Brasileira.

“Cabe ressaltar que a FAB repudia atitudes desta natureza e atua firmemente para coibir desvios de conduta de seus militares. O Comando da Aeronáutica colabora com a autoridade policial nas investigações”, informou.

(Atualizada às 13h51)