Polícia

Advogado é assassinado a tiros em Mato Grosso; OAB cobra apuração do caso

O advogado Francisco de Assis da Silva, conhecido como “Chiquinho”, de 52 anos, foi morto a tiros, esta tarde, na rua Niterói, no município de São José dos Quatro Marcos (310 quilômetros de Cuiabá). O crime aconteceu em frente ao escritório da vítima.

De acordo com o boletim de ocorrência, Assis foi surpreendido por dois rapazes quando buscava alguns objetos numa caminhonete que estava estacionada na rua. Nas imagens registradas por câmeras de segurança é possível ver o momento que os suspeitos se aproximaram e efetuaram mais de dez disparos contra a vítima, que estava de costas. Ferido, o advogado cai no chão, enquanto os criminosos saem correndo.

Francisco foi encontrado pelo próprio filho, que estava no escritório no momento dos disparos. A Polícia Militar que foi até o local por volta das 15h, acionou a Polícia Civil após constatar que o homem já estava sem vida. O corpo foi recolhido pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e encaminhado para o Instituto Médico Legal para exames de necropsia.

Por meio de nota, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentou a morte. “Lastimável, um crime brutal. Já contatei a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), pedindo providências e a devida apuração dos fatos”, disse o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.

A Polícia Civil investiga o caso. Até o momento, ninguém foi preso. O velório está sendo realizado no Memorial Vale do Sol, localizado na rua Goiás, no centro de São José dos Quatro Marcos. O sepultamento está previsto para às 16h.

Só Notícias/Gazeta Digital (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo - atualizada às 09h57, em 12/10)