Polícia

Adolescente que dirigia embriagado atropela gestante em Sinop, tenta fugir e é detido

O adolescente, de 16 anos, foi detido, hoje de madrugada, dirigindo um Fiat Strada branco após atropelar uma gestante de seis meses, no pátio de um posto de combustíveis, na rua Colonizador Ênio Pipino. Ele foi submetido ao teste de bafômetro e apresentou resultado de 0,47 miligramas de álcool expelido pelos pulmões.

Um amigo, de 15 anos, que também estava no veículo, foi apreendido por desobediência e omissão de socorro com resultado de lesão corporal ou morte (ambos os delitos também foram vinculados ao condutor do automóvel). Os dois são moradores de Santa Carmem (40 quilômetros de Sinop).

Já a mulher foi socorrida por uma testemunha e encaminhada a um hospital particular, reclamando de dores na barriga e região das costas. Não há, no entanto, detalhes sobre o atual estado de saúde.

Consta no boletim de ocorrência, que inicialmente a guarnição foi acionada para atender uma briga generalizada no pátio da empresa. Quando a equipe chegou, deparou-se com tumulto envolvendo várias pessoas. Na tentativa de abordagem, o adolescente ‘arrancou’ em alta velocidade em marcha ré e atingiu a gestante.

Os suspeitos não prestaram socorro e continuaram a fuga sentido BR-163, chegando a trafegar na contramão. Os militares fizeram acompanhamento, com sinais luminosos e sonoros que não foram obedecidos, e a abordagem só foi realizada em um trecho sem asfalto da avenida Integração (próximo ao Jardim Terra Rica).

Os adolescentes negaram envolvimento na briga e disseram que estavam indo embora do local. No veículo, os policiais encontraram um litro de uísque, energético e no bolso de um suspeito um soco inglês (uma arma branca de metal, que se encaixa nos quatro dedos da mão).

Questionado sobre o veículo, o condutor apontou que saiu para “passear” com o consentimento do pai. Em seguida, passou pelo etilômetro. Ambos foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil, enquanto o Strada foi levado ao pátio da 19ª Ciretran. Os responsáveis pelos adolescentes devem ser comunicados.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: arquivo/Só Notícias/Lucas Torres)