Polícia

Acusado de homicídio se apresenta na delegacia de Sorriso

Leonir Alves da Silva, acusado de matar Etelvino Schatoline, 64 anos, se apresentou ontem na delegacia de Sorriso, com um advogado. Ele prestou depoimento e foi liberado, devendo responder ao crime em liberdade. O homicídio ocorreu no bairro Industrial. Leonir foi acusado de disparar pelo menos 4 tiros em Etelvino, que morreu na hora.

Segundo a polícia, Leonir disse que atirou para defender a mulher que estava apanhando. A ex de Leonir acusava a ex de Etelvino de estar tendo um caso com seu marido. No dia do crime, elas se encontraram e estavam brigando, no meio da rua.

Etelvino separou a briga, mas teria agredido a ex-esposa. Leonir chegou, armado, e ao ver a agressão, teria sacado um revólver e disparado em Etelvino.