terça-feira, 5/março/2024
PUBLICIDADE

Ser mãe

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Ser mãe é algo único. É a combinação de sensações e sentimentos que dificilmente podem ser descritos em palavras. É um misto de sustos, admirações e mimos. Achamos não estar preparadas, mas lá no fundo sabemos que nascemos para cuidar do outro, para dar colo e carinho para os filhos.

Nos sentimos mãe desde o primeiro momento, desde os primeiros planos, imaginando se teremos tempo para realizar tudo o que desejamos para os nossos filhos. E com o tempo percebemos que todos os nossos desejos e sonhos para com nossos filhos tornar-se-ão realidade dia após dia, frutos dos nossos esforços como mães. 

Para a mãe não há tempo, não há hora, não há dia. Os anos passam e só nos damos conta quando alguém pergunta: quantos anos ele ou ela tem? 

E como passa rápido! Hoje vejo meus filhos e parece que foi ontem que os tive no colo, que cuidei da fragilidade de cada um, que vi o primeiro dia em que foram para a escola. 

Ser mãe é ser forte. É ter paciência. É se olhar no espelho e a cada dia reparar uma nova mulher nascendo. É se preocupar com o mundo que espera nossos filhos. É chorar pensando em cada despedida. É lembrar, reviver e se pegar olhando as fotos dos filhos quando não há ninguém por perto e imaginar como terá sido o dia do filho que está longe. 

Ser mãe é abdicar do sono, mesmo depois de anos. É tornar-se uma "multifunção", que pensa em todas as necessidades e vontades do filho. É conseguir sempre estar por perto, mesmo quando isso se torna difícil.

Ser mãe é uma infinidade de qualidades, e também dons, que nos fazem entender que o amor existe em diversas formas, de modos absolutos e inabaláveis. Foi me tornando mãe que pude entender melhor a vida e compreender que ser mãe é ser filha também. É mais aprender do que ensinar. 

Ser mãe de dois filhos lindos é a parte mais feliz de mim. E hoje, como primeira-dama, sinto-me mãe de uma cidade como um todo. As mesmas preocupações e os mesmos desejos que tenho para com meus filhos, eu tenho para com os filhos da nossa querida Cuiabá. Desejo que todos tenham uma educação de qualidade, uma saúde digna, uma família unida e muito amor para crescerem felizes.

Infelizmente muitos não desfrutam da convivência com uma mãe. Sabemos e coexistimos com essa triste realidade, tentando, de diversas formas, acalentar o colo de quem necessita e dar o máximo de carinho para ver nascer sorrisos nos rostinhos de cada um. 

Quero abraçar, nessas poucas palavras, cada mãezinha de Cuiabá. As mães que não fazem papel só de mãe, mas também a de pai. A cada mulher que abdica inúmeras coisas para dar o melhor ao filho. A todas vocês, mulheres guerreiras, mães de fibra, minhas sinceras palavras de carinho e força. Força para continuarmos essa jornada, trabalhando para um futuro digno para os nossos filhos e unidos em família. 

Façamos desse dia, um dia de reflexão, para repensarmos não só o futuro de nossos filhos, mas o nosso papel como mães e também como partes de uma família.

É das palavras pequenas, a maior que o mundo tem: MÃE.

Desejo a todas um abençoado Dia das Mães!

Virginia Mendes – Primeira-Dama de Cuiabá

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Já nascemos prontos

Ao nascermos, seja em casas humildes ou alto-padrões, sempre...

Endometriose: A importância do diagnóstico precoce

O Março Amarelo começou! É o mês mundial de...

O Indizível

Quando menino, a mãe pedia para eu ir ao...