Opinião

O prazer de vencer vai além do espaço físico

Só conseguimos entender que valeu a pena viver, se a “força de vontade” alimentar a aventura de transpor todas as portas, mesmo que às vezes não estejam abertas, pois o horizonte estará sempre aberto para aqueles que buscam novos caminhos.

A responsabilidade de vencer ou fracassar, depende da consciência de cada um, e a consciência nasce com o processo da individualização das nossas ações, pois somos inteiros assim que passamos a agir com ideias próprias, com posturas coerentes, com a psique meditada e com visão ampliada, a partir daí, com certeza tudo que imaginamos no nosso querer, será nosso.

A vida passa rapidamente para aqueles que buscam as conquistas, pois tudo que conquistar, não supera as necessidades desejadas de conquistas, porque a insuficiência de satisfação é contínua, não pelo egoísmo de querer por querer acumulativo, mas sim, pela necessidade de crescer sempre, porque nesta vida existe a absoluta verdade de que os vencedores sabem usar cada minuto em busca da realização e das conquistas.

Somos sabedores que ninguém vive para sempre, e por mais que usufruamos de todos os momentos da existência, se não tivermos a consciência de que o nosso viver é transitório, com certeza as conquistas não passarão do espaço que representa o nosso corpo ou nosso registro mental, e que são muito pequenas diante da grande das possibilidades de escolha e opções que recebemos diariamente entre o primeiro e o último suspiro.

Wilson Carlos Fuáh – Economista Especialista em Administração Financeira e Relações Políticas e Sociais em Mato Grosso - [email protected]