segunda-feira, 26/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Memorial das Diretas: tributo a Dante de Oliveira

Carlos Avallone é deputado, presidente do PSDB/MT e foi secretário de Turismo e de Indústria e Comércio nas gestões de Dante de Oliveira.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Dante de Oliveira foi o político mato-grossense de maior expressão nacional, pela apresentação da Proposta de Emenda Constitucional nº 05/1983, conhecida como a emenda das “Diretas já”, que pretendia devolver ao povo o direito de escolher o Presidente da República. A emenda ganhou forte apoio popular, se transformando no maior movimento de massas da história do Brasil. Mesmo não sendo aprovada, apressou a redemocratização do país e o fim do regime militar.

Com o apoio da maior liderança da oposição, seu padrinho de casamento Ulysses Guimarães, Dante percorreu o país ao lado de Tancredo Neves, Teotônio Vilela, Brizola, Lula, Mario Covas, Fernando Henrique Cardoso e Franco Montoro, entre outros.      

Também foi ministro da Reforma Agrária, prefeito de Cuiabá e governador por dois mandatos, modernizando a Capital e o estado através de uma grande reforma administrativa. Privatizou estatais, equilibrou as finanças e atraiu investimentos que transformaram Mato Grosso na potência agropecuária que é hoje. 

Dante resolveu o problema da energia trazendo o gasoduto com da Bolívia a Cuiabá, inaugurou a Termelétrica Mário Covas e a Usina de Manso. O nó da logística de transportes começou a ser desatado com a articulação política e administrativa que trouxe a ferrovia a Mato Grosso, com o apoio do governador de SP, Mário Covas e do presidente FHC. Também executa o maior projeto de pontes de concreto e inaugura a ponte Sérgio Motta entre Cuiabá e Várzea Grande. 

Implanta os programas de incentivo por cadeias produtivas e idealiza o projeto Mato Grosso é Hora de Investir, divulgando em mais de 70 cidades e 20 países o potencial do estado. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, criou os parques Mãe Bonifácia, Massairo Okamura e Zé Bolo Flor e idealizou o Programa BID Pantanal, que estamos tentando retomar.

Dante criou os Consórcios Municipais de Saúde, democratizou a Educação com eleições diretas nas escolas, criou o Programa de Apoio Direto às Comunidades, implantou a Polícia Comunitária e fortaleceu as políticas públicas sociais.

Em 6 de julho de 2006, com apenas 54 anos, Dante nos deixava e abria uma lacuna na história política de Mato Grosso. Sua trajetória de vida e sua obra como administrador e estadista merecem ser eternizadas para conhecimento das novas gerações, como paladino da democracia e dos direitos sociais. 

Por isso tomei a iniciativa de concretizar alguns projetos em 2024, quando o país comemora os 40 anos das Diretas Já. O primeiro foi o filme “A primavera de Dante”, episódio inicial de uma trilogia que resgata o trabalho do grande democrata. 

O projeto mais grandioso é a criação de um Memorial das Diretas Já em Cuiabá. O mundo tem diversos museus e memoriais. Aqui temos o legado precioso de um cuiabano que protagonizou o movimento popular mais importante da história do Brasil e não há hoje quase nada que valorize isso. Estamos discutindo o projeto do memorial com o governador Mauro Mendes e com o Instituto Dante de Oliveira. A ideia é que o memorial, assim como a trilogia, sejam referenciais da história e da cultura de Mato Grosso.

Fazer parte da sua equipe e ter desfrutado de sua amizade foi uma honra que continua me inspirando a trabalhar pela comunidade mato-grossense. Os ideais de Dante continuam vivos em nosso trabalho.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...

O seu pior inimigo pode estar no seu voto

Muitas pessoas estão apenas preocupadas em mudar o mundo...