segunda-feira, 26/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Início, fim e meio!

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

"Ouça as pessoas, interesse-se por pessoas. Sorria mais! Ás vezes é tudo meio desesperador, os sentimentos se intensificam e se misturam. Mas enfim, por que não? Que tal ser um pouco maluco beleza?"

Ansiedade, euforia, medo, coragem, desespero e felicidade! Imagine uma situação em que todos estes sentimentos aflorem. Talvez tenha vindo a sua mente um meteoro caindo sobre a terra, e naquele exato momento você abraçando a pessoa que mais ama! É claro que você não seria muito normal caso tivesse pensado nisto!Mas, não. Nem é preciso tal cena cinematográfica ou esquizofrênica para ser possível ver as emoções que citei no semblante de um ser humano. É suficiente uma "confraternização de encerramento"! Ou melhor, aquela festinha de despedida.
Há poucos instantes tive a grata satisfação de participar deste evento. Todo aquele aspecto formal que deveria alinhavar o encontrou se desfez na doçura do sorriso do primeiro a usar a palavra. Dizia ele que não tinha preparado um discurso, já que não se havia previsto tal solenidade, mas mesmo assim – quem dispõe sempre de um plano "B" – sacou do bolso um pequeno papel amarelado, com escritas a mão, para externar seu agradecimento pela convivência com pessoas que lhe somaram de modo incomensurável.

A confraternização foi oferecida para concluir um período de dois anos de atividade – gestão, para os mais técnicos. Neste local específico, hoje é tempo de mudar a gestão. Algumas pessoas saindo, outras chegando. E mais algumas continuam. Isto não importa muito na verdade: quem está chegando está vindo de algum lugar; quem está saindo vai conhecer um novo horizonte; e quem fica, bem, quem fica tem a alegria de viver com quem finda e com quem inicia.
Certo, deixando a filosofia e voltando a minha observação do ambiente. Estive ali olhando tudo e todos por mais um instante. Vi nos olhos da pessoa mais "durona" da reunião um mar de lágrimas, contido e disfarçado, mas estava lá.
Duas colegas grávidas eram a todo tempo contempladas, representavam de forma simples as novas vidas que se aproximam – significavam ali a necessidade de seguir adiante.

Um líder que se despedia daquele local – alçando voos mais altos – falou de forma emocionada sobre o desafio na empreitada dos últimos dois anos. Eu consigo sintetizar suas palavras na frase "fazer a diferença na história através de nossos atos, atos que digam respeito a consideração pelas pessoas!"

Este tipo de encontro é sempre um momento único. Sabe aquela pessoa que você julga antipática e insensível? A voz dela também embargou ao ter que dizer algumas palavras. E aquela outra que primeiro chega e por último sai do trabalho, após ser chamada, caminha acanhadamente até o centro para receber as homenagens devidas.
Esse turbilhão de pensamentos vieram me acompanhando no trajeto do trabalho ao lar. Como a manifestação da vida humana, naquele momento em que baixamos todas as nossas defesas e deixamos vir à tona o aspecto mais sensível de nossa alma, pode ser algo tão fantástico!

Uma emoção de momento: breve, passageira, fulgás! Provavelmente sim. Não nos permitimos viver desarmados e expor nossos sentimentos no dia a dia. Guardamos tudo para os momentos de "confraternização de fim de ano", para as "festas de despedida", para o início disso e o fim daquilo. Sugiro um caminho mais perigoso. Ouça as pessoas, interesse-se por pessoas. Sorria mais! Ás vezes é tudo meio desesperador, os sentimentos se intensificam e se misturam. Mas enfim, por que não? Que tal ser um pouco maluco beleza? "O início, o fim e o meio"!

Sandra Cristina Alves é analista judiciário da Corregedoria do Tribunal de Justiça.
[email protected]

 

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...

O seu pior inimigo pode estar no seu voto

Muitas pessoas estão apenas preocupadas em mudar o mundo...