quarta-feira, 28/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

Eleições OAB – Para renovar, Moreno Presidente. Chapa 02

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Num determinado veículo de comunicação, o candidato da situação Maurício Aude fala de mudanças pontuais na gestão da OAB, assegurando que sua chapa é de renovação. Não é. É continuísmo puro, inclusive de privilégios. Continuísmo para atender interesses pontuais.

– CONTINUÍSMO PURO. É FACIL DE VER

É candidato do Faiad, porque este, inexitoso no seu projeto de ser vice-prefeito de Cuiabá, indicou a esposa como conselheira e mais ainda o sócio Ulisses Rabaneda para Secretário Geral Adjunto. É candidato do Daniel Maia, porque este é atual Secretário Geral e se manteve como candidato ao mesmo cargo. Léo Capataz também quer se manter na Presidência da Caixa de Assistência. Chico Sgaib quer se manter como Conselheiro Federal. Cleverson é Tesoureiro e igualmente quer continuar administrando as finanças na próxima gestão. A pergunta que não quer calar é: onde poderia estar, que ninguém viu, a tal renovação?

A entidade é poderosa e muito grande e é preciso estar atento para não permitir o seu apequenamento.

Excluídos os licenciados, impedidos e inadimplentes restam mais de 6 mil almas que, em tese, estariam aptas a participar do revezamento no seu comando.

– DESAFIOS NA ÓTICA DO CANDIDATO DA SITUAÇÃO

Segundo o que se extrai da entrevista, os desafios para o candidato da situação são a cobrança efetiva da valorização dos advogados e quanto à função efetiva de cobrança da Ordem ao Poder Judiciário. Ficou meio truncado, mas é assim que tá lá. De concreto, nada. Sempre o mesmo discurso, a mesma conversa, tergiversando para mascarar o interesse de perpetuação no poder de um pequeno grupo que quer garantir interesses de toda ordem, inclusive, os de vaidade pessoal.

– A OAB E OS INTERESSES DOS ADVOGADOS NO SEU DIA-A-DIA

Aqui me é forçoso lembrar uma pergunta que também não quer calar. Advogados, ricos e remediados, da Capital e do interior, indistintamente, indagam a respeito do que a entidade lhes favorece. O que a OAB lhes dá, além de um indefectível carnê de anuidade?

Nem todos sabem, mas, de acordo com informações do site oficial da OAB/MT, só no primeiro semestre deste ano, a receita ultrapassou o montante de R$ 10 milhões de reais. Certamente que não é grande só por ser rica e ter uma sede potentosa.

– A OAB teve um papel muito importante na luta da redemocratização e hoje é sempre lembrada nas demandas diárias da cidadania.

Não sei se nesta seara tem tido papel à altura de sua importância, pois parece que vínculos de seus dirigentes com detentores do poder têm impedido uma ação mais eficaz, seja no combate à corrupção e a desvios de função de órgãos administrativos e judiciários, e até mesmo do Ministério Público que, sem desmerecer o bom combate de seus membros nas esferas de piso, no seu comando a atuação às vezes tem deixado a desejar.

Fora dessa discussão sobre a importância da OAB no contexto da sociedade como um todo, deve-se, no momento, focar naquilo que realmente interessa, ou seja, a OAB e o seu papel para o advogado e a sua luta diária. Inclusive, reconhecendo que o serviço do advogado (múnus público) deve ser considerado como de natureza essencial (ao lado da saúde e da educação) e assim deve ser visto e reconhecido. Se este serviço não é célere e não atende nem o cliente (o jurisdicionado), nem o advogado (o profissional prestador do serviço que se busca), algo precisa ser feito e aí é que começa a importância da OAB para o advogado, sob pena de só servir a interesses de politicagem e outros nada recomendáveis.

Vamos ao debate das questões do interesse do dia-a-dia do advogado. Se quem tá lá não está atendendo a contento, não devemos nos prender a medos e compromissos outros, nada mais natural do que alternar, mudar, experimentar o novo. Vamos de Chapa 02.

*Lauro da Mata é advogado militante em Mato Grosso

 

 

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

A grande expectativa coletiva

É muito fácil presentear quem não precisa de amparo...

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...