Opinião

As grades imaginárias do passado

O medo de mudar vem junto com o poder invisível desmotivante e quando a sequência evolutiva da vida não é planejada, pode até transformar em salto no escuro. 
 Seguir pela vida sem ação, e não arriscar nunca, também não produzirá nenhum resultado, sabemos que na proximidade dos momentos de assumir uma decisão, esta vem com uma sensação de insegurança, pois traz a incerteza das possibilidades de erros e acertos, formando fatores inevitáveis e paralisantes.

O medo de errar faz com as pessoas interiorizem as suas vontades apenas em forma de sonhos, por isso são possuídas pela força do comodismo e preferem ficar eternamente estacionada na zona de conforto.
 Os saudosistas vivem presos em grades imaginárias do passado, viver no passado paralisa as ações futuras. Nesse caso, o importante seria despedir de tudo que passou e que não era para ser seu e entenda que o futuro está a lhe procurar para viver com ele.
 Saiba absorver todas as ações de novos projetos, pois este traz novas emoções positivas e mesmo que no espetáculo da vida tenha apenas uma vaga, ela pode estar especialmente reservada só para você, não viva só de esperança.

Wilson Carlos Fuáh é economista, especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas em Mato Grosso
[email protected]

Wilson Carlos Fuáh