quarta-feira, 28/fevereiro/2024
PUBLICIDADE

As eleições de 2024 passam por 2026

Wilson Carlos Soares Fuáh – É Especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas em Mato Grosso - [email protected]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Na política como na vida é preciso correr riscos, e para vencer é necessário participar para entender o direito de receber em troca o milagre da vitória, e não ficar parado esperando que decisão de outrem possa ajudar a sua participação no pleito e/ou ficar esperando que o inesperado aconteça, mesmo sabendo que você pode ser o escolhido ou não, porque o pacto já foi decidido a anos atrás, e o escolhido pode ser ou não ser você.

Antigamente tinha as convenções partidárias e estas,  tinham o poder de decidir quem seria o candidato do Partido, e eram disputas acirradas e vencia aquele que o Partido escolhesse, mas hoje mudou e o partido passou a ter um Dono, e o poder desse dono, tem o poder ilimitado, e todo mundo já sabe que o escolhido é aquele que é amigo do Rei.

Todos os dias Deus nos dá – junto com o sol – um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias podemos até fingir que não percebemos este momento, que ele não existe e  que hoje é igual à ontem – e será igual à amanhã, mas na política não é assim, grupos poderosos fazem acordos por domínio de poder e se você, mesmo com liderança comprovada e com liderança nas pesquisas eleitorais, se você não estava no pacto do grupo, com certeza não será o candidato do dono do partido.  

As eleições de 2.024 passam a guiar  e ser ponto de apoio para as eleições de 2.026, tanto para eleger o Governo do Estado, bem como, para eleger o Presidente da República   

Aqui em Mato Grosso 2.024 é o instante mágico, visando às eleições do futuro.

O Prefeito eleito de Cuiabá será à base de liderança que dará apoio para os grupos distintos, veja bem, o grupo do Governador Mauro Mendes vai querer fazer o seu sucesso, que no caso deve ser o seu vice (Otaviano Pivetta) e o segundo grupo é  do Senador Jayme Campos que almeja ser o Governador do Estado em 2.024 e ainda temos dois grupos (PT e PL) sem definição de quem será o candidato ao Governo do Estado, porém tem interesse a se transformar em base política para eleição do Presidente da República, se ganha a  eleição para Prefeitura de Cuiabá.

No caso especifico para eleição do Prefeito de Cuiabá, o grupo do governador Mauro Mendes já tem o candidato do seu grupo que é o Dep. Fábio Garcia e no grupo do Senador Jayme Campos também já tem o seu candidato que é Dep. Eduardo Botelho, falta só “desunir” e cada um seguir o seu caminho, ou o seu grupo, e se não fizer o divórcio agora, essa briga já tem data marcada e será na convenção homolagativa do Partido – UB, porque prevalecerá à decisão do dono do partido e este já decidiu.

Já o grupo do Dep. Federal Abílio Brunini  e do Dep. Estadual Lúdio Cabral  estão pensando em serem eleitos a Prefeitos de Cuiabá para ser a base política para eleição do Presidente da República em 2.026, e que no decorrer dos dois anos em seguidas poderá definir pelo candidato ao Governo do Estado de Mato Grosso. 

Mas, essas decisões estão escondidas, e a qualquer hora alguém vai  enfiar  a chave na porta numa manhã cuiabana, ou no instante de silêncio do Gabinete,  ou pode ser num jantar de uma reunião política, e será clareado  as mil e uma coisas que  pareciam iguais, mas a muito tempo estavam bem diferentes. Este momento existe – é um momento em que toda a força das estrelas passa nos encontros dos jantares políticos, e permite que o dono do partido faça os seus milagres.

A felicidade às vezes é uma bênção – mas geralmente é uma conquista. O instante mágico do dia é que nos ajuda a mudar, e que nos faz ir em busca dos  nossos sonhos, não fique esperando pela decisão dos grupos, alguém está sendo enganado nessa espera. Saiba que o futuro é um sonho a ser realizado, e só depois, é que se pode olhar para trás com orgulho e fé que o levou as grandes conquistas, ou não.

Pobre do político que tem medo de correr os riscos. Porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofre como aqueles que têm um sonho a seguir e que não tem medo de arriscar. 

Se deixar passar este momento mágico, com a candidatura cristalizada, com liderança nas pesquisas, mas se não decidir poderá olhar para trás – porque sempre olhamos para trás – vai escutar seu coração dizendo: “o que Vossa Excelência fez com os milagres que Deus semeou em seus caminhos”? Porque não soube aproveitar o talento que o Mestre lhe confiou? 

Então, saiba que agora é a sua vez: assuma ou terá a certeza de que desperdiçaste os grandes momentos da  sua vida, caso não assuma a sua liderança e não se habilite a fazer o seu milagre, deixará passar o seu momento mágico, e saiba que os nossos milagres são internos.

COMPARTILHAR

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias

A grande expectativa coletiva

É muito fácil presentear quem não precisa de amparo...

Não é apenas água que falta em Várzea Grande!

Se você mora em Várzea Grande ou tem um...

Somos idealizadores de objetivos

Ao comprometermos com algo infinitamente superior as nossas forças,...

Aqui não cabe potoca

Antigamente, lá na roça os homens, em sentido lato,...