Opinião

A experiência e jovialidade dos 86 anos da OAB-MT

Que história você gostaria de construir em 31,4 mil capítulos? Com tantas chances e oportunidades, sem dúvida, estamos falando de uma importante trajetória social. Em Mato Grosso, a Ordem dos Advogados do Brasil escreveu suas primeiras linhas em 29 de junho de 1933. São 31411 dias de luta pela defesa dos direitos e dos valores democráticos que ultrapassou as fronteiras da advocacia.

Foi há 86 anos que Jesus Lange Adrien recebeu a carteira 001 da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT). Do primeiro advogado mato-grossense aos mais de 27 mil que fazem parte da nossa história hoje, uma coisa se mantém igual através destas décadas: o propósito de transformar a sociedade.

São 27 mil pares de mãos construindo conjuntamente uma história e, escolher, ser também voz da sociedade civil é um desafio que nos move diariamente. No início, eram menos de 50 advogados e advogadas militando em Mato Grosso. Hoje, a advocacia se faz presente em todos os setores da sociedade e sua trajetória de luta e contribuição para o desenvolvimento do Estado está escrita em todos os capítulos de nossa história.

Completamos 86 anos, mas ainda somos jovens. Estamos crescendo e crescendo juntamente com os desafios que enfrentamos diariamente. Com a experiência de quem militou nos diferentes momentos vivenciados pela nossa recente democracia, mas com a garra e ideal de quem sabe que muito ainda há pela frente.

De ver que 27, em décadas, se transformaram em 27 mil, numa multiplicação que não se perdeu em sua essência primordial, que jamais se afastou do seu pilar que é o estado democrático de direito, é que vem o ânimo e a disposição das mãos que se somam à OAB-MT dia após dia.

Assim, com experiência de quem já lutou 31,4 mil batalhas, mas com a jovialidade e frescor de quem sabe que a luta nunca acaba, chegamos aos 86 anos prontos para atender ao chamado da sociedade pela voz pujante da advocacia. Chegamos prontos para mais 86 anos com cada mato-grossense construindo a nossa história. Chegamos até aqui e não vamos parar! Quando a Ordem fala, agrada uns e desagrada outros. Quando a Ordem se cala, desagrada a todos!

 

Leonardo Campos é presidente da OAB-MT