Geral

Vestibular da Unemat corre o risco de ser anulado

Após denúncia de fraude, o vestibular 2005/02 da Unemat (Universidade de Mato Grosso) pode ser anulado. Se isso for confirmado os candidatos devem ser obrigados a fazer as provas novamente. Em Sinop foram 1.508 inscritos. Em todo o Estado são 9.693 candidatos e no Nortão são 3.045. A informação foi confirmada agora há pouco ao Só Notícias pela Coordenadoria de Vestibulares.

“A reitoria está acompanhando a Polícia Civil todo o tempo nas investigações. Acredito que até à tarde já tenhamos um resultado”, disse uma das coordenadoras, que não quis ser identificada.

Como Só Notícias já informou, na semana passada, a Comissão de Concursos e Vestibulares (Covest) recebeu um telefonema anônimo indicando possibilidade da fraude. A polícia foi acionada e intensificou a atuação durante os dois dias de aplicação das provas. Em uma atitude preventiva, a Covest alertou os seus fiscais para redobrarem a atenção aos movimentos dos vestibulandos em todo os municípios mato-grossenses.

O resultado foi a prisão de 5 pessoas na manhã de segunda-feira, 20, em Cáceres. Ariane Ribeiro da Cruz, de 19 anos foi a primeira a ser pega em flagrante por um dos fiscais, o que culminou na prisão de mais quatros pessoas. Entre eles, dois irmãos da jovem, Elquia Ribeiro, 25 anos e Vagner Ribeiro da Cruz, 24 anos e um amigo, Alessandro Monforte, 27 anos que afirmaram ter comprado o gabarito de Ronivaldo Ribeiro Mortinho, 34 anos, que já tem passagem por furto.

Foram apreendidas, ainda, carteiras escolares onde estavam sendo feitos os testes e onde estava colado o resultado por escrito. Alguns dos acusados, afirmaram que compraram o gabarito por R$ 5 mil e outros por R$ 400.