Geral

Tudo pronto para começar julgamento de fazendeiro no Nortão

O juiz Wendel Simplício disse, agora há pouco, que não há horário certo para terminar o julgamento do fazendeiro Vilmar Taffarel, que começa em instantes no plenário da Câmara Municipal de Vera.

O juiz fará a abertura do júri popular, haverá o sorteio dos 7 jurados. Vinte e um foram convocados. Em seguida, Tafarel deve prestar depoimento ao juiz. Logo após, devem ser ouvidas as testemunhas arroladas no processo. A promotora Clarissa de Lima e o assistente de acusação Roberto Jefferson terão duas horas para buscar convencer os jurados de que Vilmar seria o mandante do atentado contra o ex-vereador Augusto Alba, que resultou na morte da filha dele, Keila Alba, de 12 anos.

Vilmar chegou na câmara por volta das 06:15h, algemado. A ex-prefeita Izani Konerati, irmã dele, chegou cedo no plenário, acompanhada de familiares. O processo tem 1.200 páginas. O juiz Wendel Simplício, disse ainda que “foram tomadas todas as providências para garantir a segurança, bem como o livre exercício da defesa e da acusação”. Policiais militares estão na porta da câmara, acompanhando a chegada de populares (cerca de 50 soldados). No plenário só entram profissionais da imprensa, autoridades e jurados, além de servidores da Justiça.