Geral

TRE realiza mutirão de atendimento em aldeias no Nortão

O mutirão realizado pelos servidores da 32ª Zona Eleitoral nas aldeias que ficam na divisa entre os municípios de Feliz Natal e Marcelândia (131 e 164 km de Sinop) percorreu mais de 250 quilômetros em barcos, atendeu 17 aldeias e 232 eleitores indígenas atendidos, com objetivo de garantir que este eleitor consiga sair de casa, votar nas eleições e voltar para sua casa ainda no mesmo dia.

Conforme o chefe de cartório que organizou o mutirão, Valdiney Rondon Maidana Gomes, durante a última eleição foram três pontos de embarque para estes eleitores indígenas. No primeiro ponto, o Sobradinho, os índios precisavam se deslocar três horas de barco, e mais cinco de ônibus para poder votar. No segundo ponto, Rio Manito, eram quatro horas de barco e seis de ônibus, e já no terceiro, Xingu, oito horas de ônibus.

“Vamos possibilitar que os indígenas votem em suas terras, na sua própria casa, não tenham essa dificuldade de viajar tanto, um caminho difícil e perigoso. Isso aumentará o número de eleitores. Neste mutirão, além da instalação destes locais de votação, fizemos todo o trabalho de atendimento destas pessoas, com transferência de títulos, alistamento eleitoral, o saneamento de dúvidas e outros serviços da Justiça Eleitoral”, destacou o juiz eleitoral em substituição, Rafael Siman Carvalho.

Os novos locais de votação serão instalados na Aldeia Sobradinho, Aldeia Aiporé, e Aldeia Tuba Tuba. “A urna estar disponível aqui Aldeia Sobradinho vai melhorar muito, vai facilitar, é importante. É muito sofrido fazer a votação na cidade, complicado, sem transporte, lá falta comida, é realmente muito difícil para nós”, reforçou o cacique da aldeia Sobradinho, Sirave Kayabi.

Mesmo com a instalação dos novos três postos de votação, as aldeias da região precisarão se deslocar de barco até a urna eletrônica no dia eleição. Porém, a maior distância será percorrida em no máximo duas horas e meia.

“A criação destes locais de votação dentro das aldeias indígenas propicia aos eleitores o acesso e direito constitucional ao voto. Eles vão poder votar sem grandes dificuldades. Eu pude presenciar a dificuldade que eles têm no deslocamento, sendo fundamental que a Justiça Eleitoral chegue mais próximo, é o cumprimento da missão do TRE Mato Grosso. Dar o acesso às pessoas para que possam eleger os seus representantes e assim garantir cada vez mais a democracia a todos os cidadãos do Brasil”, concluiu Valdiney Rondon.

O mutirão foi realizado entre os dias 11 e 14 deste mês.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)