Geral

Sorriso: testemunhas não comparecerem em audiência e são multadas em R$ 1,9 mil

O juiz da 2º Vara Criminal de Sorriso, Anderson Candiotto, multou, ontem, duas testemunhas de acusação em R$ 1,9 mil, por não comparecerem na audiência de instrução de uma tentativa de homicídio. O magistrado apontou que não houveram justificativas de impossibilidade de comparecimento até a abertura da audiência do crime que ocorreu no dia 4 de novembro de 2006.  Por isso, foram penalizados e devem ser conduzidas por policiais coercitivamente na próxima audiência marcada para o dia 28 de março do próximo ano.

Segundo o processo criminal, o acusado, de 35 anos,  por motivo fútil, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, utilizando-se de uma faca tentou matar um homem, de 31 anos, desferindo alguns golpes na região abdominal. Ele conseguiu fugir e foi levada ao hospital regional, recebeu atendimento médico e não morreu.  Consta ainda que um segundo denunciado, de 31 anos, auxiliou o acusado na prática da tentativa de homicídio. Ele derrubou a vítima para facilitar a execução do crime.

De acordo com o registro policial, a vítima estava indo para um baile, quando ficou sabendo que seu irmão estava sendo espancado, devido a uma briga no local. Ao chegar,  foi atingido por uma paulada na cabeça e começou a ser agredido com socos e pontapés pelos dois acusados.

Quando ele tentou sair, foi derrubado com uma “rasteira”. O denunciado aproveitou o momento que estava caído e desferiu os golpes de faca. Por isso, o Ministério Público ofereceu denúncia contra os dois homens.

Só Notícias/Cleber Romero