Geral

Sorriso elabora projeto para drenagem nas margens da BR-163

Boa parte das empresas instaladas às margens da BR-163 em Sorriso, no período de chuvas, sofrem com o problema de alagamento. Para resolver este problema, está sendo elaborado um projeto para drenagem das águas pluviais nas laterais da rodovia.
De acordo com o secretário de Transportes, Romélio Gardin, que interinamente responde também pela Secretaria de Obras, a canalização vai ser feita da rodoviária ao rio Lira. “Será um projeto arrojado, que vai resolver esse problemas de empossamento de água na lateral da BR. A administração está buscando verbas federais para executá-lo e me parece que já tem algum recurso assegurado”, adiantou o secretário.

A questão começou a ser levantada no ano passado quando o prefeito de Sorriso, Dilceu Rossato, o prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, a senadora Serys Marly, o vice-presidente da Câmara de Sorriso, Santinho Salerno e alguns vereadores reuniram-se com diretores e técnicos do DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre em Mato Grosso.

Os prefeitos solicitaram da senadora que agilize emendas de recursos para as travessias da BR-163 e obras de drenagem nas perimetrais, problemas comuns aos dois municípios. Sorriso já tem um projeto aprovado em 2001, para construção de um trevo grande, com viaduto, na entrada da cidade, na avenida Natalino João Brescansin.

As obras de drenagem nas perimetrais são necessárias porque na época das chuvas as águas não tem por onde correr. O custo previsto é de cerca de R$2,5 milhões.