Geral

Sinop: motociclistas desrespeitam cruzamento para pedestres em esquinas que foram ‘fechadas’

O fechamento de diversos cruzamentos da cidade considerados de risco para garantir a segurança de motoristas e pedestres não estão sendo respeitados por muitos motociclistas que estão passando no lugar destinado exclusivamente para pedestres e ciclistas na parte ‘cortada’ nos canteiros centrais. No cruzamento da avenida Embaúbas com rua das Primaveras, na região central, por exemplo, a cena se repete várias vezes ao dia e é comum ver pessoas irritadas com motoqueiros, incluindo determinados entregadores de alimentos e produtos, desrespeitando diariamente o local. A multa para o motociclista que for pego pode chegar a R$ 900.

“A fiscalização a gente faz diariamente, tanto nos cruzamentos, quanto na avenida dos Tarumãs. Lá é muito pior atravessam o canteiro central sempre. A Guarda Municipal está atenta quanto a infração que é gravíssima. Se o motociclista for pego, será autuado sim”, disse, ao Só Notícias, o secretário municipal de Trânsito, Hermann Friedrichs Neto.

Os fechamentos foram feitos, ano passado, levando em consideração  “estudos criteriosos” nos locais de colisão em ruas e avenidas. O secretário explicou ainda que outra dificuldade é em relação aos motoristas que estacionam em frente das garagens e nos acessos de cadeirantes. “A partir do mês que vem, vamos fazer campanhas educativas. Precisamos que a população entenda a necessidade de respeitar os acessos dos cadeirantes e cumprir as regras de trânsito. Após a campanha vamos entrar com as notificações fortemente”.

Ao longo de todo o ano, equipes da Guarda Civil Municipal realizam palestras em empresas, blitz orientativas em vários locais e também desenvolvem o projeto Agente Mirim nas escolas para tentar uma melhor locomoção no trânsito sinopense.

Outra infração que vem aumentando consideravelmente é a quantidade de motoqueiros transitando em calçadas aumentando riscos de atropelamentos.  Diversos motoristas infratores também insistem em estacionar nas calçadas desrespeitando espaço que é para pedestres circularem. Na avenida dos Tarumãs, por exemplo, em alguns trechos de calçadas são usados constantemente como ‘estacionamentos’ e pouco se vê a Guarda Municipal multando ou mandando guinchar veículos que estão no local destinado exclusivamente para pedestres.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/Guilherme Araújo)