Geral

Sinop: definido consórcio que fará projeto técnico do aeroporto

A prefeita em exercício Rosana Martinelli confirmou, esta manhã, ao Só Notícias, a definição do consórcio que fará o projeto técnico do aeroporto municipal João Batista Figueiredo. Segundo ela, o grupo é formado por uma empresa de engenharia espanhola, que tem parceria com outra de São Paulo. A expectativa é de que em fevereiro os responsáveis estejam na cidade para avaliar o local e iniciem o trabalho.

A definição ocorreu, ontem, em Brasília, durante reunião com equipes da Secretaria de Aviação Civil, do Banco do Brasil, do consórcio, além de Rosana e o secretário municipal de Governo, Silvano Amaral.

Segundo a prefeita, o consórcio também fará o projeto de aeroportos em outros estados. Ela explicou ainda que o acordado foi que, em até três meses, seja aberta licitação para contratação da empresa que fará a reestruturação do local. Processo este, que será totalmente administrado pelo Banco do Brasil.

O projeto contempla a construção do novo terminal de passageiros, com quatro mil metros quadrados, a ampliação da pista, passando dos atuais 30 para 45 metros de largura e de 1.627 para 2,5 mil metros de comprimento. Além disso, irá melhorar o setor de combate a incêndio, instalar sinalização e balizamento, torre de controle, equipamentos de navegação e um terminal para operação de cargas e desembaraço aduaneiro, entre outros.

Conforme Só Notícias já informou, com as obras finalizadas, o local passará a cobrar estacionamento, o que ainda será debatido em audiências públicas. A previsão é de que elas sejam realizadas em março. A lei estabelece que sejam feitas no mínimo três e existe a possibilidade delas serem realizadas na mesma semana.

Após a população ser consultada, poderão ser definidos os próximos passos, como a abertura do processo licitatório que contratará a empresa responsável pela cobrança da tarifa. A mesma poderá operar por até 20 anos, com possibilidade de prorrogação do contrato pelo mesmo período. Os critérios e valores das taxas ainda serão definidos.