Geral

Sinfra contrata empresa para administrar temporariamente rodoviária de Cuiabá

O Governo de Mato Grosso publicou no diário Oficial, que circulou hoje, a assinatura do contrato com a nova empresa que passará administrar a Rodoviária de Cuiabá, Engenheiro Cássio Veiga de Sá. O contratado emergencial será por seis meses até que seja realizada a concessão definitiva.

De imediato, o governo prevê uma série de ações para a melhoria da Infraestrutura do terminal, principalmente na acessibilidade, limpeza e mais segurança para os usuários do transporte coletivo.

Conforme a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), responsável pela limitação da concessão, o Estado pretende transformar o terminal em uma rodoviária shopping, onde a população encontrará um rol de serviços.

Está prevista a implantação de caixas eletrônicos, unidades bancárias, novos restaurantes, lojas e até a instalação de uma unidade de Ganha Tempo. Outra melhoria que deverá ocorrer será a climatização da unidade e a disponibilidade fe internet gratuita (wifi).

De acordo com o secretário adjunto de Transporte Intermunicipal e Concessões da Sinfra, Fabio Calmon, o modelo será parecido com a atual rodoviária de Goiânia. “Pretendemos, no futuro, tornar a rodoviária um centro de serviços, com lojas, unidades bancárias e ganha tempo para facilitar a vida do cidadão”, disse Calmon, por meio da assessoria.

A Sinfra informou que a contratação emergencial da empresa pelo período de seis meses, foi necessária para que não sejam interrompidos, em nenhum momento, os serviços na unidade. Isso porque, a empresa que atualmente administra o terminal, encerrará suas atividades nesta semana.

A nova empresa que assumirá a rodoviária começa a operar na próxima quinta-feira, após o feriado. Atualmente ela administra 35 terminais rodoviários em todo o Brasil.

Paralelo à contratação emergencial, a Sinfra irá continuar com os procedimentos para realização da licitação para concessão em definitivo do terminal rodoviário pelos próximos 30 anos. Mas as mudanças já começam de imediato logo após entrar em operação a nova empresa na segunda quinzena de novembro.

O secretário destacou que a meta da Sinfra é finalizar no primeiro semestre de 2018 a modelagem definitiva da concessão da rodoviária. "Com essa contratação, o Estado rompe a relação com a empresa anterior, que atuava há 23 anos na rodoviária e era alvo de inúmeras reclamações de usuários do transporte. Além disso, atuava há 10 anos sem ao menos sequer possuir contrato e, claro, sem trazer investimentos na melhoria dos serviços aos usuários", concluiu o secretario.