Geral

Servidores da Sema aprovam indicativo de greve e decidem aderir a paralisação geral na 6ª

Os servidores da secretaria estadual de Meio Ambiente vão aderir à paralisação geral, na próxima 6ª feira, contra a reforma na Previdência, assim como os servidores do Detran e da Unemat.

O indicativo de greve aprovado é diante possibilidade do governo estadual não conceder reajuste salarial para os servidores da em 5,5% a partir de 1º de junho e 6,40% previstos para 1º de junho do ano que vem. “O governo alegou impacto da ordem de R$ 200 milhões, entretanto, a carreira do meio ambiente representa impacto para o ano de 2019 em torno de R$ 3,5 milhões e em torno de R$ 9,5 milhões em 2020 e que os impactos financeiros foram criteriosamente estudados e ao fim provisionados pelo governo, desta forma podendo ser implementados”, explica Germano Passos, presidente do Sintema.

O governo aponta que não tem condições financeiras para conceder reajuste e também porque vai extrapolar o teto fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e cita o recebimento da notificação recomendatória do Ministério Público Estadual para não conceder os reajustes estabelecidos nas leis de carreira.

O Sintema espera uma reunião com o governo “para a busca de soluções sobre a implementação da Lei de Carreira dos servidores”.

 

 

Só Notícias