Geral

Seripa considera indeterminada causa da queda de avião no Médio Norte; 2 morreram

O Sexto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VI) apontou preliminarmente no processo de investigação que a causa da queda do avião Embraer EMB-121A, em Tangará da Serra (241 quilômetros ao Médio Norte de Cuiabá), como indeterminada. Por outro lado, as ações de apuração ainda estão em andamento e o relatório final será disponibilizado no sistema assim que foi finalizado.

O acidente ocorreu em junho passado, numa área rural, a cerca de 20 quilômetros da região central do município. Os pilotos José Carlos Molina, 58 anos, e João Borin, 25 anos, morreram.

Consta no reporte inicial da ocorrência que a aeronave decolou do Aeródromo Big Master, em Tangará da Serra com destino ao Aeródromo Santa Genoveva Goiânia (GO), por volta das 12h30, para realizar voo privado, com dois pilotos a bordo. No entanto, cinco minutos após a decolagem da cabeceira, a aeronave colidiu contra o solo e ficou destruída.

Redação Só Notícias (foto: divulgação/arquivo)