Geral

Secretaria reforça trabalho para manter trafegabilidade nas estradas em Sorriso após fortes chuvas

As equipes secretaria Municipal de Transportes trabalham manutenção da trafegabilidade das estradas vicinais para recuperar os estragos causados no mês passado, com as fortes chuvas que também provocaram prejuízos nas lavouras. De acordo com a assessoria, o trabalho garante o transporte dos produtos originários do campo, soja, hortifrutigranjeiros da agricultura familiar e também viabiliza o transporte de alunos e pacientes de municípios vizinhos que encontram em Sorriso uma referência em atendimento médico.

Em março, a secretaria concluiu a construção de uma ponte de madeira na estrada Basso, que dá acesso ao assentamento Jonas Pinheiro. A estrutura substituiu a galeria de drenagem pluvial que foi totalmente destruída pela força das águas, em fevereiro. Outra ponte que precisou ser reconstruída foi a sobre o córrego Gonçalves, nas proximidades do Jardim Carolina, que dá acesso a MT-560. No local, foi edificada uma nova estrutura em madeira, com 16 de metros de extensão.

Além da recuperação das pontes, também foram distribuídas 298 cargas de cascalho e 6 cargas de terra em vários pontos dos quase 2 mil quilômetros de estradas, com destaque para ações nas linhas Morocó, São Luiz Gonzaga, Vale no Verde e nas regiões da Fazenda Marabá e do Assentamento Jonas Pinheiro. Em março, também foram construídos 2 desaguadores nas estradas vicinais.

Em fevereiro, a secretaria distribuiu 519 cargas de cascalho e 25 cargas de terra nas MTs 485 e 490, nas estradas Morocó, São Luiz Gonzaga, Jatobá, Vale do Verde e Ponta do Verde. Também foram construídos 8 desaguadores e 5 caixas de drenagem.

“Deixamos nossas equipes de prontidão para aproveitar cada momento sem chuva e assim garantir que as estradas pudessem se manter em condições de trafegabilidade frente a toda essa água que atingiu a região”, destaca o titular da Semtra, Leonir Capitâneo, lembrando que o trabalho conjunto realizado com os produtores rurais é sempre indispensável neste processo de manutenção das estradas.

Sorriso decretou situação de emergência por conta das intensas e constantes chuvas do período. O decreto emitido pela prefeitura, e já homologado em esfera estadual e federal, estima os prejuízos em cerca de R$ 1,5 bilhão para o setor privado e em R$ 850 mil para o setor público.

O documento não só torna menos complexo o processo para recuperação da infraestrutura logística, por dispensar a necessidade de licitação para recuperar pontes, estradas e promover outras obras para restaurar os cenários afetados pela chuvarada, como também garante aos produtores e aos integrantes da iniciativa privada igualmente impactados, a oportunidade de renegociar contratos e dívidas.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)