Sasha Meneghel festeja chegada de Bruna Marquezine em NY

Agro Baggio Matupá 3 (ass)

Bruna Marquezine desembarcou nesta quarta-feira (03) em Nova York e foi recebida pela amiga Sasha Meneghel, que está morando na cidade para estudar moda na renomada faculdade Parson The New School of Fashion. E a filha de Xuxa Meneghel ficou animada ao ver a chegada da amiga na cidade americana e registrou o momento em seu Instagram Stories.

‘Maravilhosa’, elogia Sasha

Feliz com a vida de anônima em Nova York, Sasha filmou Bruna desembarcando do táxi em sua casa. “Visita maravilhosa!”, escreveu a universitária na legenda do vídeo, no qual dá um “Oi” bem alto para a namorada de Neymar. Na cidade americana, Sasha mora com a amiga de infância Bruna Moreira e acredita que conviver com outra brasileira é importante para seu cotidiano. “Faz muita diferença ter uma amiga por perto, ajuda muito a vencer a solidão. Além disso, tenho medo de ficar destreinada no português. Às vezes me falta vocabulário”, explicou em entrevista à revista “Glamour”.

Sasha exalta relação com os pais: ‘Muito sortuda’

À mesma publicação, a universitária valorizou sua relação com os pais. “Sou muito, muito sortuda de ser filha de quem sou. Por exemplo: minha mãe modificou toda a agenda dela para ficar comigo por duas semanas quando me mudei, me ajudar a organizar tudo”, explicou sobre a apresentadora com quem tem uma tatuagem igual no tornozelo. Em seguida, ela valorizou seu relacionamento com Luciano Szafir. “Ela e meu pai me apoiam em tudo que faço, conversamos sobre todos os assuntos. É muito amor… Outro dia, vi um vídeo da cara do meu pai quando entrei na passarela da Coca. Tão fofa a reação dele!”, relembrou sobre o ator, homenageado por ela com uma tatuagem de origami no braço.

‘Tenho ideias malucas’, conta Sasha sobre profissão de estilista

Depois de lançar sua primeira coleção cápsula pela Coca Cola Jeans, Sasha relembrou como surgiu o convite da marca. “Confesso que fiquei bem insegura -acho que tenho tanto a aprender! Mas eles foram tão pacientes e parceiros, me passaram uma confiança! Falei: “Vocês sabem que estão contratando alguém que está aprendendo, né?”. Me preocupo muito com isso. Hoje funciona assim: tenho ideias malucas, e eles me dizem se elas são viáveis. Tenho aprendido muito sobre o que funciona, o que vende, se o custo-benefício das peças que proponho é possível”, explicou a jovem.

(Purepeople/Terra)