Geral

Protesto trabalhadores: manifestantes desocupam prédio do Ibama Sinop

O presidente do Siticom (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria, Construção Civil e Mobiliário) Vilmar Galvão, conseguiu controlar alguns trabalhadores que entraram no prédio. O presidente pediu calma e reforçou a necessidade de um protesto pacífico. Um vidro da porta chegou a ser quebrado.

O gerente regional do Ibama, José Geraldo Araújo, disse que entende as razões do protesto e se não houver condições de trabalho hoje, poderá fechar o órgão daqui a pouco.

Os manifestantes estão vaiando bastante os funcionários do Ibama. O protesto é contra a morosidade do Ibama, ocasionada pelo número escasso de funcionários para analisar, vistoriar e liberar os planos de manejo, que permitem às madeireiras trabalharem.

O protesto está reunindo cerca de 2 mil trabalhadores, empresários do setor madeireiro, comerciantes e a sociedade em geral. Foi anunciada a vinda de 4 ônibus com trabalhadores madeireiros de Vera e Feliz Natal, que deverão engrossar o movimento daqui a pouco.

A prefeitura dispensou os funcionários que faziam trabalho interno, em apoio ao movimento. Cerca de 7 soldados da Polícia Militar chegaram ao local há poucos instantes para manter a ordem.

Mais informações, em instantes