Geral

Produtores de Lucas R. Verde definem hoje protesto que farão na 6ª

O Sindicato Rural de Lucas do Rio verde definirá, hoje à noite, como será a manifestação que fará sexta-feira – a exemplo de demais sindicatos em cidades cuja economia está baseada na agricultura que não atravessa um bom momento.
“Buscaremos o apoio do comércio, que sempre tem sido nosso parceiro nas imúmeras lutas em defesa dos produtores e faremos uma carta aberta explicando para a sociedade e momento difícil que os agricultores brasileiros enfrentam”, disse o presidente do sindicato, Helmute Lawisch.

“A classe produtora não tem renda. Por mais que produzimos bem este ano não está sobrando para pagar as contas. Aqui em Lucas, por exemplo, a maioria dos produtores ainda tem dívidas da safra do ano passado quando tomamos muitos prejuízos por causa das fortes chuvas que comprometeram uma parte considerável da safra”, explicou. “Além disso, este ano os custos de produção aumentaram muito e diversos produtores também fizeram investimentos consideráveis em novas áreas e agora não conseguem pagar. O preço da soja, por exemplo, está ridículo. Hoje vale R$ 20 quando a expectativa que tínhamos era para ser de R$ 30 a R$ 33, no mínimo”, disse Helmute, ao Só Notícias.

Em Sinop, na sexta-feira, haverá uma carreata com tratores e colheitadeiras no centro da cidade. Prefeitura e entidades como CDL, Sindicato das Indústrias Madeireiras, dentre tantos outros estão apoiando o movimento.