Geral

Processos julgados em outubro pelo Procon superam R$ 1 milhão em multas  em Mato Grosso

Vinte e três processos foram julgados, em segunda instância, na última sessão da Turma Recursal do Procon. As multas somam mais de R$ 1,1 milhão sobre 17 fornecedores diferentes. Três empresa tiveram mais de um processo julgado nesta sessão e, por isso, acumularam os maiores valores em multas. Destaque também para o setor varejista que teve três empresas multadas em mais de R$100 mil cada.

Os processos aguardavam julgamento de recurso, que em segunda instância é submetido aos votos da Turma Recursal, formada por conciliadores do Procon e a secretária adjunta do órgão, Gisela Simona, em decisão colegiada.

Após julgamento do recurso, caso mantida a penalidade, o fornecedor recebe a notificação com uma via do voto, que é a decisão final do processo, e o boleto para quitar a multa. Após recebimento  da notificação, o prazo para efetuar o pagamento do boleto é de 30 dias.

A decisão no âmbito do Procon é definitiva, sem possibilidade de recurso por vias administrativas. No caso de não pagamento, a empresa é inscrita na dívida ativa do Estado, e executada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

 

Redação Só Notícias (foto: reprodução/arquivo)