Geral

Presos liberam agentes e encerram rebelião da cadeia em Mato Grosso

Terminou às 10h30, a rebelião da cadeia pública de Primavera do Leste, com a liberação dos dois agentes prisionais que eram mantidos como reféns. A rebelião iniciou no fim da tarde de ontem e teria sido motivada após uma tentativa de fuga frustrada.

Ainda ontem, equipe de apoio do Batalhão de Operações Especiais seguiu para o local para acompanhar as negociações. Também foi constituído um Comitê de Gerenciamento de Crise, cujo negociador foi o tenente Neder Sales de Suqueira. A unidade, que tem capacidade original para 50 vagas, abriga atualmente 111 reeducandos.

Os reeducandos apresentaram um pauta de reivindicações, que será analisada por uma comissão formada por representantes da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, Defensoria Pública, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT) e Poder Judiciário. Entre as reclamações, está a argumentação de prazos de penas cumpridos. Na próxima sexta-feira, o Poder Judiciário fará um mutirão para analisar esses prazos e tomar as providencias cabíveis.