Geral

Obras em trecho da MT-129 garantirão primeira ‘ligação’ asfáltica de município em Mato Grosso

As obras de pavimentação de 39,04 quilômetros da rodovia estadual em Gaúcha do Norte (594 quilômetros de Cuiabá) já começaram e são consideradas um marco para os moradores que enxergam no maquinário avançando sobre a estrada de terra, a realização de um sonho: a primeira ligação asfáltica do município. Os investimentos são da ordem de R$ 32 milhões e essa será a primeira etapa do projeto de pavimentação. Do montante investido, R$ 27 milhões são repassados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) – e os outros R$ 4,9 milhões são a contrapartida da associação, para que possam executar a obra na rodovia sob supervisão da Sinfra

A pavimentação é realizada graças à Parceria Público-Privada (PPP), firmada entre o governo do Estado e a Associação de Manutenção e Extensão da MT-129 (AMEX).  Com a colaboração, governo e associação se unem para pavimentar da rodovia até a MT-020 (Rio Alegre) até o município.

De acordo com o presidente da Amex, Ari do Prado, algumas dificuldades e processos burocráticos fizeram com que a obra não se iniciasse logo que a PPP Social foi firmada, no mês de maio. Porém, toda a situação já foi solucionada e, a partir de agora, o canteiro de obras terá movimentação intensa, todos os dias da semana. “Os trabalhos seguem avançando. Desvios foram abertos e sinalizados e estamos na casa de uns cinco quilômetros com terraplanagem, remoção do cascalho, compactação e vamos dar continuidade para avançarmos ainda mais”, disse o presidente da associação.

Com a pavimentação, os produtores terão na MT-129 uma rodovia com melhor infraestrutura para o escoamento da produção do município, que possui mais de 220 mil hectares de soja, um rebanho bovino de 170 mil cabeças e um cultivo de um milhão de pés de seringueira.

Atualmente os produtores demoram cerca de quatro a cinco horas para realizar o trajeto da MT-129, por falta de asfalto. Além dessa rodovia, as outras opções para a entrada e saída do município são as rodovias MT-427 e a BR-242, que também não são pavimentadas.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, essa pavimentação vai favorecer as áreas produtivas de Mato Grosso e proporcionar o desenvolvimento do Estado, além de beneficiar o cidadão.

Tudo resultado do grande modelo de gestão, adotado pelo Governo do Estado, que é a formalização de parcerias sociais que atendem mais regiões com serviços de infraestrutura, através da união de esforços entre produtores rurais, prefeituras e Estado. “É uma determinação do governador Mauro Mendes priorizarmos as parcerias e esse asfalto é mais um resultado positivo da administração estadual, que não tem medido esforços para atender ao máximo de regiões de Mato Grosso com obras, serviços e melhorias de infraestrutura”, garantiu.

 

Redação Só Notícias (foto: assessoria)