Geral

Nortão: vistoria em madeireiras deve encerrar semana que vem

O cumprimento de liminares de lacre e vistoria em 95 indústrias madeireiras, em municípios da região Norte, pode encerrar na semana que vem. Uma fonte do Só Notícias informou que as equipes continuam mobilizadas e os trabalhos transcorrem sem maiores imprevistos. Somente em Sinop, são cerca de 12 empresas.

Fiscais da Secretaria do Estado de Meio Ambiente (Sema) estão vistoriando os estoques e conferindo se o volume de madeira confere com o saldo das empresas no sistema CC-Sema (Cadastro de Consumidores de Produtos Florestais). Todas são investigadas por possível envolvimento no esquema de fraudes, desmantelado durante a operação Guilhotina, no início do mês.

A suspeita é que elas adquiriam madeira ilegal, ‘esquentada’ por fraudes na liberação de planos de manejo. A polícia acredita que o esquema gerou lucro de R$ 58 milhões aos acusados. 40 pessoas, entre empresários, engenheiros e servidores foram presos, a maioria já liberada.

As madeireiras investigadas ficam em Claudia, Vera, Santa Carmem, Alta Floresta, Juara, Feliz Natal, Marcelândia, Paranaíta, Juína, Juruena, Carlinda, Matupá, Porto dos Gaúchos, Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo, Lucas do Rio Verde, e Nova Ollímpia.