Geral

MPF avalia reforço das Forças Armadas no combate a dengue em MT

O Ministério Público Federal (MPF) avalia o pedido feito pelo promotor de Justiça, Alexandre Guedes, para reforço das Forças Armadas no combate a dengue em Mato Grosso. É necessário que o órgão apoie a ação para que seja encaminhada Justiça Federal.

Guedes afirma que, como não houve esta medida pelos órgãos responsáveis pelo combate, cabe a Justiça determinar a intervenção do governo federal. Conforme ele, a maior necessidade é de reforço no atendimento médico nas unidades de saúde. Hoje, o número de médicos não é suficiente, situação já denunciada pelo Sindicato dos Médicos do Mato Grosso (Sindimed).

Na contramão, o número de pessoas que buscam as unidades só aumenta em consequência do elevado número de casos de dengue, que só aumenta. Somente em uma semana, foram contabilizados 128 novas contaminações em Cuiabá. Em todo o Estado já são 12.703 notificações.

A maior preocupação é com os casos graves da doença. Este ano já são 53 e 5 óbitos, sendo 2 já confirmados. Este número já pode ser maior. Nesta segunda-feira, um homem de 33 anos morreu em Várzea Grande. Segundo familiares, o exame de necropsia apontou que ele teve hemorragia decorrente de dengue hemorrágica.