quarta-feira, 17/julho/2024
PUBLICIDADE

MP recomenda que governo do Estado solicite apoio da Força Nacional para desbloquear rodovias em Mato Grosso

PUBLICIDADE
Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)

Os Ministérios Públicos Federal (MPF) e Estadual em Mato Grosso (MP) recomendaram, neste domingo, ao governador do Estado, em exercício, Otaviano Pivetta, que solicite o envio de soldados da Força Nacional de Segurança Pública para apoiar a Polícia Rodoviária Federal para liberar rodovias federais em Mato Grosso, que voltaram a ser bloqueadas na sexta-feira à noite.

Os procuradores também recomendam que seja determinado à Polícia Militar que o efetivo seja mantido “como reforço à PRF para, se houver necessidade, realizar ocupação territorial antecipada aos bloqueios e interdições, estabelecendo cinturão de segurança para a manutenção do tráfego seguro nos focos de tensão nas rodovias federais em Mato Grosso”, informa a assessoria do MPF.

Eles definiram prazo até esta segunda-feira ao meio dia para Pivetta se manifestar se aceita ou não os termos da recomendação. Na recomendação MPF e o MP explicam que a Polícia Rodoviária Federal  já pediu ao Ministério da Justiça apoio da Força Nacional de Seguranças para agir nos bloqueios e interdições nas rodovias federais. Mas o pedido foi negado, pois, há uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que define que apenas os governadores de estado e do Distrito Federal podem pedir o apoio da Força Nacional em seus estados.

Os procuradores que fizeram pedido ao governador expõem que A “recomendação é necessária, pois foram realizadas várias reuniões entre o MPF e as forças de segurança federais e estaduais e não se constata articulação, cooperação e planejamento permanentes, definição de objetivos claros e compartilhados na definição de atribuições para coordenação e mobilização de tropas, elaboração de relatórios consolidados e atuação via os canais de inteligência para prevenir novos bloqueios/interdições e, assim, dar fiel cumprimento ao decidido pelo Supremo Tribunal Federal”.

A assessoria do MPF informa que “ os procuradores explicaram que foram identificados atos criminosos como a tentativa de explosão de uma ponte, no município de Pontes e Lacerda; o ateamento de fogo em uma base da concessionária Rota do Oeste (163, neste sábado à noite) ocupada por pessoas e o disparo de armas de fogo contra o guincho e a ambulância Lucas do Rio Verde e o disparo de arma de fogo”, no “município de Sinop”.

Conforme Só Notícias já informou, o governo do Estado determinou, neste domingo, apoio das forças de segurança estaduais, com a tropa de choque da PM para reforçar as ações da Polícia Rodoviária Federal.

Receba em seu WhatsApp informações publicadas em Só Notícias. Clique aqui.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE