Geral

Morto em acidente com caminhonete era autônomo em Sinop e estava retornando do trabalho

Um familiar do trabalhador autônomo Antônio Carlos Rodrigues, de 55 anos, que dirigia uma GM S-10 Executive branca, que se envolveu em colisão com uma carreta Scania vermelha, ontem à noite, na MT-220, que liga Sinop a Juara, informou, ao Só Notícias, que ele estava retornando de um trabalho quando ocorreu o acidente. Ele trabalhava com conserto de bombas em postos de combustíveis na região.

Ele era morador do bairro Vitória Régia, casado e pai de três filhos. Antônio morava há mais de 20 anos, em Sinop. O velório ocorreu no Memorial Luz e Vida, na avenida das Embaúbas, no centro e o sepultamento foi esta manhã.

Segundo um investigador da Polícia Civil, os pneus do reboque traseiro do lado direito haviam estourados e para que o vagão que estava carregado com soja não tombasse, o motorista estacionou o veículo, metade no acostamento e a outra na rodovia. Ainda de acordo com o policial, não havia marcas de frenagem na pista.

Populares relataram a polícia que o motorista havia deixado a Scania na pista e ido até uma borracharia em busca de ajuda. O proprietário da carreta foi até o local e informou que seu funcionário havia ido atrás de pneus para retirar o veículo da pista, pois estava carregada com mais de 27 toneladas de grãos e não tinha como rodar.

Conforme Só Notícias já informou, o Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou uma equipe de resgate com três viaturas para o local, já que as informações iniciais apontavam que haveria mais vítimas. O acidente aconteceu a cerca de 50 quilômetros do entroncamento da BR-163.

 

Só Notícias/David Murba/Hebert de Souza (fotos: TV Cidade e divulgação - atualizada às 10h03, em 27/02)