Geral

Ministério Público cobra medidas de segurança para evitar contágio da covid em evento ciclístico no Nortão

O Ministério Público do Estado (MPE) notificou os organizadores do 1º Rachão de MTB Realizações, que será realizado em Cláudia (90 quilômetros de Sinop), para que adotem todas as medidas de biossegurança para evitar o avanço da covid-19. O evento ciclístico será realizado por uma igreja do município no dia 15 de agosto e deve reunir aproximadamente 150 pessoas.

Entre as recomendações, o MP orienta que a instituição obedeça as obrigações do Decreto Municipal de Cláudia e que adote ações de higienização a fim de evitar a propagação do vírus, tais como a exigência do uso de máscara a todos os participantes, organizadores e espectadores, e disponibilizar recipientes de álcool em gel em fácil acesso para todos. Além disso, os realizadores deverão atentar-se para evitar aglomerações em momentos como o ponto de largada e entrega dos prêmios, devendo interromper a programação caso ela ocorra, dentro ou fora do local do evento.

A promotora de Justiça Andréia Bezerra de Menezes ressalta que aqueles que insistirem no descumprimento das normas sanitárias poderão responder pelo crime de medida sanitária preventiva. Foi concedido o prazo de 2 dias aos requeridos para manifestação.

Segundo dados do Painel Epidemiológico de 21 de julho de 2021, a taxa de ocupação dos leitos públicos de UTI em Mato Grosso está em 66,01% e o município de Cláudia está classificado em risco moderado, conforme dados expostos pela Secretaria Estadual de Saúde.

As informações foram divulgadas, hoje, pela assessoria do Ministério Público do Estado.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)