Marido se declara a Marina Ruy Barbosa nos 8 meses de casamento: ‘sempre seu’

Marina Ruy Barbosa e o marido, Xandinho Negrão, com quem foi vista no shopping no começo da semana, comemoraram oito meses de casamento. Em seu Instagram, a intérprete da Amália, da novela “Deus Salve o Rei”, mostrou que recebeu um buquê de flores no marido com um bilhete. “Marina! 8 meses! Para sempre seu”, escreveu o piloto de Stock Car. Para comemorar a data importante para o casal, a ruiva compartilhou um trecho da música “Meu Amor é Teu”, de Marcelo Camelo: “Meu amor é teu/Mas dou-te mais uma vez/Meu bem/Saudade é pra quem tem/Todo o teu amor/Eu vi de longe/De longe, de longe/Dava pra sentir o teu encanto/Eu juro, eu juro”.

Atriz entrega desejo do marido: ‘Louco para ser pai’

Em participação no “Vídeo Show”, a atriz contou que o marido tem vontade de aumentar a família: “Eu quero tê-los só que não agora. É uma decisão importante, né. Eu acho que eu ainda sou um pouco filha demais para ser mãe. Eu acho que quando for a hora eu vou sentir. E o Xandinho é muito tranquilo quanto a isso, ele fala: ‘Amor, a hora que a gente sentir, a hora que for’. Ele está louco para ser pai. Por ele eu já estaria grávida de trigêmeos, a gente já estaria fazendo o quinto”. Porém, a ruiva acredita que é cedo para ser mãe.

Marido não interfere em looks da ruiva: ‘Me visto de acordo com o que gosto’

Marina disse que o guarda-roupa não mudou após o casamento e o marido não se intromete na escolha de seus looks: “Eu me visto de acordo com o que gosto, com que quero, com que me sinto bem. É o direito de você escolher e se sentir bem. E daquilo não dizer sobre o que você quer, ou sobre quem realmente você é… A gente não pode julgar por conta de uma roupa ou por conta de uma atitude específica. Adoro usar shortinho curto, top, decote e me sinto bem. Claro que tem ocasiões que prefiro outro tipo de roupas. Meu marido mesmo as vezes fala: ‘Ai amor, está curta essa saia’. Mas ele sabe que eu nunca vou deixar de usar por conta disso. Ele pode sentir um certo ciúme, mas não é uma coisa que interfere”.

(PUREPEOPLE)