Geral

Marcelândia deve receber recursos para o Bolsa Família nos próximos dias

Nos próximos dias, mais de 80 municípios do país devem receber, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), recursos para atualização do Cadastro Único do Bolsa Família. Entre eles, o município de Marcelândia (350km de Sinop), Jangada e Lambari D’Oeste. Essas cidades são algumas das que integram o segundo grupo de prefeituras que encaminharam o termo de adesão ao programa, corretamente preenchido, implantaram uma instância de controle social e indicaram um gestor municipal do programa. O primeiro grupo incluiu 123 cidades brasileiras.

De acordo com o MDS, os municípios têm até 20 de setembro para aderir ao Bolsa Família e receber recursos destinados a atualização do cadastro. Até o último dia 15, 1.699 prefeituras tinham enviado os termos ao MDS.

O Fundo Nacional de Assistência Social está transferindo a primeira parcela de 20% do valor estimado para as prefeituras. As parcelas seguintes serão liberadas a cada período de dois meses, até o final de 2005, depois que o Ministério validar os cadastros feitos pelos municípios. O montante varia de acordo com a estimativa de população pobre do município.

Conforme informações do MDS, para Marcelândia os recursos de 20% são de R$ 1.168,8, para atender uma estimativa de 410 famílias pobres e 881 cadastradas no Bolsa Família. Para Jangada, o valor será de R$ 819,6 e a estimativa de famílias pobres é de 590, com 572 cadastradas. Em Lambari D’Oeste, são 365 famílias pobres e 202 cadastradas, os recursos são de R$ 437,67.

O programa é executado por uma ação articulada entre o Governo Federal, estados e municípios. A meta do ministério, é incluir 8,7 milhões de famílias até o final do ano e chegar a 11,2 milhões em 2006, atendendo toda a população brasileira com renda per capita de até R$ 100

Hoje, Marcelândia tem 337 famílias que recebem o benefício do Bolsa Família, o que soma um total de R$ 18.508.