Geral

Mais de 9,8 mil processos de acidentes de trânsito ‘arrastam’ na justiça em Mato Grosso

Mais de 9,8 mil processos de acidentes de trânsito “arrastam” em Mato Grosso. Os números são do Tribunal de Justiça e referem-se apenas aos casos de primeira instância. Do total,  tramitam em Cuiabá 5.192 ações e em Várzea Grande 616. Familiares de vítimas do trânsito lamentam a falta de punição para os crimes, processos que demoram anos e penas baixas.

No dia 13 de outubro, presidente Jair Bolsonaro sancionou projeto de lei, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. As novas regras, que passam a valer em 180 dias, trazem mudanças dobrando a quantidade de pontos na carteira e aumentando validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Não poder abraçar o pai, as ausências em datas comemorativas são realidades com as quais Francinilda da Silva Lúcio tem que conviver diariamente. Ela perdeu o pai, o verdureiro Francisco Lúcio Maio, em um acidente na Miguel Sutil no dia 14 de abril de 2018. O homem retornava para casa com carrinho de verduras após um dia de trabalho e, por volta das 19h30, foi atropelado pela médica Letícia Bortolini.

“É uma sensação de incapacidade, tudo é demorado, tudo é muito lento. O mais triste é tratar de uma pessoa que tinha toda a capacidade de parar para dar assistência, para chamar o Samu, dar talvez os primeiros atendimentos. Ela fez o juramento de salvar vidas e não fez o que deveria”

A Gazeta (foto: Alecsander Ulbrik/arquivo)