Geral

Justiça marca julgamento do acusado de matar jovem a facadas em Sinop

Vai a júri popular, no dia 20 de fevereiro do ano que vem, o homem de 26 anos, apontado como principal suspeito de assassinar, a facadas,Bruno Silva dos Santos, 22 anos. O crime ocorreu no bairro Jardim Veneza, em maio de 2017. Já o acusado foi preso no final de junho de 2018, no bairro Centro Antigo, em Peixoto de Azevedo.

Conforme a decisão de pronúncia, o réu irá a julgamento por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. No início deste ano, no entanto, a Justiça entendeu que não permaneciam os “motivos ensejadores da prisão preventiva” e mandou soltar o acusado, que estava no presídio Osvaldo Florentino Leite, o “Ferrugem”.

Consta no processo que o suspeito, “de forma premeditada e com intuito vingativo”, teria se apossado de uma faca e desferido diversos golpes na vítima. “Os elementos contidos nos autos demonstram, ainda, indícios de que à vítima não foi oportunizada de qualquer manifestação de defesa, vez que, foi surpreendida pela ação do acusado”, aponta decisão judicial proferida no ano passado.

Conforme Só Notícias já informou, Bruno estava em um bar, na rua José Naeno Ribeiro,  em Sinop, quando foi atingido por golpes de faca no pescoço e tórax. Ele chegou a ser socorrido com vida por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao hospital regional, mas não resistiu aos graves ferimentos e faleceu pouco tempo depois.

A Polícia Militar foi a responsável pela prisão do acusado em Peixoto de Azevedo.  Consta na denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), que a vítima e o suspeito tiveram alguns desentendimentos dias antes do assassinato.

Só Notícias/Herbert de Souza