Geral

Justiça adia julgamento de acusado de encomendar assassinato de inquilino em Sorriso

A Justiça de Sorriso adiou para o dia 8 de abril do ano que vem o julgamento de dois homens acusados de tentar matar um homem de 30 anos, atingido por três tiros, em junho de 2013, na rua Palmares, no bairro Industrial. O julgamento seria nesta terça-feira. No entanto, a juíza Emanuelle Chiaradia Navarro Mano decidiu adiar a sessão, em razão de o cartório judicial não “ter tido tempo hábil” para cumprir os trâmites necessários para o júri popular.

A denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) aponta que o crime foi cometido pelo proprietário do imóvel onde a vítima residia. Conforme esta versão, o inquilino teria se recusado a sair da casa. O dono então teria contratado o outro acusado para atirar na vítima.

Na época, foi registrado no boletim de ocorrência que a vítima teve os móveis colocados na varanda. Como não tinha para onde ir e nem dinheiro, o homem acabou dormindo no local. No entanto, durante a madrugada, acordou com os tiros e saiu correndo, sendo socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Sorriso.

O acusado de ser o mandante do atentado vai a júri por tentativa de homicídio qualificado, cometido por motivo torpe. Já o suspeito de atirar na vítima vai a julgamento por tentativa de assassinato, cometido mediante paga ou promessa de recompensa e por meio de recurso que dificultou a defesa da vítima. Os dois não estão presos.

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/Lucas Torres/arquivo)