quarta-feira, 17/julho/2024
PUBLICIDADE

Integrantes do MST desocupam prefeitura de Cláudia

PUBLICIDADE

Aproximadamente 200 integrantes do Movimento Sem Terra (MST) que haviam ocupado a prefeitura de Cláudia (cerca de 80 quilômetros de Sinop), ontem de manhã, deixaram o prédio no final tarde. Elas reivindicavam uma reunião com o prefeito Vilmar Giachini (PMDB) com relação a um convênio firmado, no ano passado, com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), destinado a obras de pavimentação em dois assentamentos.

O coordenador do movimento, Benedito Borges, explicou que o valor do convênio seria de R$ 3 milhões, no entanto, a prefeitura teria que depositar R$ 80 mil de contrapartida para que a verba fosse liberada. Mas isso teria que acontecer até amanhã (20), prazo final para o depósito. Um acordo teria sido feito para que este procedimento fosse realizado na quarta-feira (12), o que ele apontou não ter acontecido.

Benedito destacou que os MST teve acesso ao convênio firmado, descobrindo que além dos R$ 80 mil, cerca de R$ 500 mil relativos a duas certidões também teriam que ser depositados. Os manifestantes preferiram então dialogar direto com o Incra para que o prazo final seja revisto, tendo vista a próxima gestão.

Outro lado
Só Notícias entrou em contato com o prefeito Vilmar Giachini, porém, as chamadas para o seu celular foram para caixa de mensagens.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Coruja é resgatada em área de risco por morador de Sorriso

O filhote de coruja suindara (tyto furcata), também conhecida...

Justiça do Trabalho em Nova Mutum é a maior em número de novas ações

O Tribunal Regional do Trabalho informou que a vara...

Mulher que estaria embriagada sofre acidente com moto no Nortão

O acidente de trânsito envolvendo uma Honda Bros ocorreu,...

Motociclista é socorrida após colisão com caminhonete em Sinop

O acidente envolvendo Toyota Hilux branca e a Yamaha...
PUBLICIDADE