Geral

Instalação de delegacia da mulher em Sinop aguarda sanção do governo

A instalação da delegacia da mulher ainda depende da sanção, pelo Governo do Estado, do projeto de lei 473/07, que propõe a criação e a implantação da unidade. Atualmente, a unidade divide espaço com a delegacia municipal. Desde agosto, uma delegada vem fazendo o atendimento especializado à mulher e ao adolescente no município.

“Se compararmos que até o dia 19 de agosto deste ano, tinham sido registrados na delegacia 38 inquéritos policiais e destes 10 agressores autuados em flagrante e encaminhados ao presídio Ferrugem, já percebemos a mudança de atitude das vítimas. Afinal, em apenas três meses foram 27 novos casos de denúncias”, informa delegada responsável pela seção, Ludmila Zorzetti.

O deputado Juarez Costa, autor do projeto, explica que, com a delegacia em funcionamento, será priorizado o atendimento a mulher que sofre violências por seus parceiros. “O atendimento nesse caso é muito delicado e deve ser conduzido por pessoas preparadas que possam amenizar a dor e o constrangimento impostos às vítimas de estupro, ameaça, lesão corporal e até mesmo racismo”, destaca.

Na cidade, existe uma delegacia regional, porém o seu papel é coordenar o trabalho da Polícia Civil nas cidades adjacentes. Ao mesmo tempo funciona a delegacia municipal que segundo o parlamentar, até acumula o atendimento a crimes contra patrimônio, furtos, delitos cometidos por menores infratores, além da violência praticada contra a mulher.