quinta-feira, 18/julho/2024
PUBLICIDADE

Homem encontrado morto em fazenda de Arcanjo pode ter sido afogado

PUBLICIDADE

O delegado João Bosco Ribeiro Barros, da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa, responsável pela investigação da morte de um pedreiro, de 53 anos, encontrado hoje, dentro de uma fazenda de João Arcanjo Ribeiro, na BR-163, em Várzea Grande informou, ao Só Notícias, que possivelmente a morte ocorreu em função de afogamento.

De acordo com a versão do irmão da vítima, que também estava na fazenda, ele correu porque ouviu barulho de tiro e o pedreiro ficou para trás. Porém a hipótese de o pedreiro ter sido baleado foi descartada, já que o laudo preliminar do Instituto de Medicina Legal consta que havia areia no pulmão. "Os indícios levam a crer que ele foi intencionalmente afogado, já que havia uma quantidade razoável de areia no pulmão da vítima e acidentalmente ele iria boiar e não afundar", explicou o delegado.

Conforme o delegado, no corpo da vítima não havia sinais de agressão. O pescador teria invadido a propriedade pela parte dos fundos, junto com o irmão e um amigo. É investigada a versão que eles tentaram furtar peixes e foram surpreendidos com tiros em sinal de alerta.

Os familiares e funcionários da fazenda serão ouvidos pelo delegado na próxima semana. A fazenda é de propriedade de João Arcanjo Ribeiro, acusado de comandar um esquema de jogo do bicho e envolvimento com crimes de pistolagem em Mato Grosso. O local já foi palco da chacina de quatro pessoas, em 2004, que entraram na propriedade para pescar.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Dados de satélite indicam redução no número de focos de calor em Mato Grosso

Dados do Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas...

Homem fica ferido em colisão entre carro e moto em Sinop

Um homem ficou ferido em um acidente no setor...

Coruja é resgatada em área de risco por morador de Sorriso

O filhote de coruja suindara (tyto furcata), também conhecida...
PUBLICIDADE