Geral

Governo fará doação de 9 mil cestas básicas e cobertores em Mato Grosso

As ações sociais do governo do Estado, realizadas pela secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) em conjunto com a primeira-dama Virginia Mendes, irão beneficiar o movimentos comunitários. Uma parceria com as Uniões de Clube de Mães, Uniões de Associações de Moradores e Federações de Bairros permitirá que nove mil famílias mais vulneráveis do Estado sejam beneficiadas com cestas básicas, kits de limpeza e cobertores por meio da Campanha Vem Ser Mais Solidário e do Programa Aconchego. Por meio dessas instituições pretendemos beneficiar as pessoas mais vulneráveis e que realmente estão precisando de ajuda nesse momento”, disse o governador.

A primeira-dama Virginia Mendes ressaltou que à pandemia do Covid-19 ainda não tem uma previsão para encerrar e as demandas têm crescido dia após dia. “Os reflexos são sentidos primeiramente pelas famílias mais carentes, que são as mais impactadas. Muitas pessoas já estão desempregadas, sem sustento e precisando de ajuda. Vamos intensificar as entregas e também contamos com a ajuda de todos, para ampliar ainda mais essa corrente de solidariedade”, disse.

Para secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho a iniciativa é realizada por meio de duas importantes ações executadas pela Pasta e que são lideradas voluntariamente pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes. “Pela campanha Vem Ser Mais Solidário iremos doar as cestas básicas e os kits de limpeza e de higiene. Já os cobertores são pelo Programa Aconchego, que visa oferecer um pouco de conforto as famílias mais vulneráveis nos dias de frio”.

De acordo com o secretário ajunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Édio Martins, será feito um cronograma de entrega dos produtos e as instituições deverão encaminhar um cadastro dos beneficiados.  “Os líderes comunitários conhecem bem a realidade das famílias que estão precisando de ajuda e tenho certeza que as doações irão chegar até quem realmente mais precisa neste momento”.

O Programa Aconchego, que já está em sua segunda edição, vai distribuir 200 mil cobertores paras as pessoas mais vulneráveis. No ano passado, foram beneficiadas 100 mil pessoas em todo Estado. E este ano a meta foi dobrada, em razão do aumento de pessoas carentes e em situação de vulnerabilidade social.  Além dos municípios, os cobertores também serão entregues para moradores de rua, comunidades indígenas, entidades filantrópicas e famílias que se enquadram em situação de extrema vulnerabilidade.

Para o cadastro de atendimento, as instituições, entidades e/ou grupos representativos devem enviar um ofício para secretaria com a lista das pessoas que serão beneficiadas, contendo nome completo, CPF, nome da mãe e número de identificação social (NIS).

A Campanha Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus, em pouco mais de dois meses, já distribuiu aproximadamente 60 mil cestas básicas às famílias carentes, sendo que 50 mil cestas foram adquiridas diretamente pelo governo e 5 mil oriundas de doações de empresários e sociedade em geral.  A ação possibilitou ainda a arrecadação de R$ 5 milhões em recursos depositados diretamente na conta bancária aberta exclusivamente para a ação.

Esses recursos, somados aos investimentos realizados diretamente pelo governo de Mato Grosso, vão possibilitar a distribuição de aproximadamente 230 mil cestas básicas em todo Estado, beneficiando famílias carentes nos 141 municípios, algo em torno de 1,150 milhão de mato-grossenses.

Nesta segunda etapa da campanha, as doações de materiais de limpeza podem ser entregues na Arena Pantanal, em Cuiabá. Quem preferir poderá doar recursos diretamente na conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso no Banco do Brasil, agência 3834-2, conta corrente número 1.042.810-0 (CNPJ 03.507.415/0009-00). Todas as doações serão revertidas para compra de cestas básicas.

Já o programa Aconchego, que já está em sua segunda edição, vai distribuir 200 mil cobertores paras as pessoas mais vulneráveis. No ano passado, foram beneficiadas 100 mil pessoas em todo Estado. E este ano a meta foi dobrada, em razão do aumento de pessoas carentes e em situação de vulnerabilidade social.

Além dos municípios, os cobertores também serão entregues para moradores de rua, comunidades indígenas, entidades filantrópicas e famílias que se enquadram em situação de extrema vulnerabilidade.  Para o cadastro de atendimento, as instituições, entidades e/ou grupos representativos devem enviar um ofício para o e-mail [email protected], com a lista das pessoas que serão beneficiadas, contendo nome completo, CPF, nome da mãe e número de identificação social (NIS).

Redação Só Notícias (foto: assessoria)