Geral

Fiscalização flagra garimpo ilegal em Unidade de Conservação e impede dano ambiental

A fiscalização ambiental flagrou a extração ilegal de minério na Área de Proteção Ambiental (APA) Nascentes do Rio Paraguai, localizada entre Alto Paraguai e Diamantino (180 km de Cuiabá) conduziu duas pessoas para a delegacia e impediu a continuidade do dano ambiental. A operação começou ontem e foi concluída hoje, pela secretaria estadual de Meio Ambiente e gerência do Parque e Polícia Militar.

Na área fiscalizada, foi localizada uma espingarda, com nove munições intactas e uma deflagrada, no interior de um barraco que servia de moradia temporária para os infratores. Foi apreendido todo o material relacionado à extração mineral, uma motocicleta e uma carreta, utilizados para transporte de terras para a lavagem em bateias (peneiras utilizadas para “lavar” as pedras no rio e separar o ouro).

As duas pessoas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil do município de Diamantino, para as providências da lavratura dos procedimentos de flagrante delito.

Eles responderão por infração à legislação ambiental ao causar danos direto à Unidade de Conservação, que é extrair minérios de floresta de domínio público, sem autorização do órgão ambiental, além de posse ilegal de arma de fogo.

A Operação Cedif continua em todo o Estado com mais de 31 equipes, compostas por 100 efetivos, para combater crimes ambientais e tem este nome por integrar todos os órgãos estaduais e federais, além de instituições parceiras, que fazem parte do Comitê Estratégico para o Combate do Desmatamento Ilegal, Exploração Florestal Ilegal e Aos Incêndios Florestais.

Só Notícias (foto: assessoria)