Geral

Fazendeiro e esposa morrem em acidente aéreo em Mato Grosso

Identificados os corpos dos passageiros do avião que caiu hoje, no começo da tarde, na Fazenda Brasília, a 60 quilômetros de Rondonópolis. Tratam-se de Marcelo Araújo e Silva, 55 anos, nascido em São José do Rio Preto. Ele era fazendeiro em Pedra Preta e viajava junto com a esposa, Marisa Mendes de Oliveira. No avião, foram encontrados talões de cheques em nome de Marcelo de agências bancárias de Guiratinga e Pedra Preta.

Os corpos ficaram praticamente soterrados, assim como o motor do avião, um monomotor de prefixo PT-BAR. A aeronave ficou praticamente destruída.

O piloto José Antônio Pereira, que estava no aeroporto Maestro Marinho Franco, em Rondonópolis, diz que o fazendeiro decolou por volta das 14h40. Antes, abasteceu a aeronave e avisou que iria para a fazenda, no Pantanal, e que pretendia retornar ainda hoje.

Um vaqueiro viu o avião fazer vários vôos sobre a fazenda, depois subir e cair. Ele correu até o local e encontrou os destroços e os corpos e acionou o Corpo de Bombeiros, de Rondonópolis. O vaqueiro, identificado apenas como Hélio, disse que no momento havia muita serração no local.

Peritos do Instituto de Criminalística, Corpo de Bombeiros e o delegado municipal Henrique Meneguello estão no local investigando as causas do acidente.

O Departamento de Aviação Civil, em Cuiabá, disse ter informações extra-oficiais sobre o acidente. As informações são de que o piloto não teria feito nenhum contato com a torre.